BUSCAR
BUSCAR
Investigação
Veja como foram as agressões de Jairinho a Henry segundo relatos da babá para Monique
Novo depoimento de Thayná Ferreira deu mais detalhes da tarde de 12 de fevereiro, quando o menino apareceu mancando
G1
14/04/2021 | 08:14

O novo depoimento de Thayná Ferreira, babá de Henry Borel, sobre supostas agressões de Dr. Jairinho contra o menino, trouxe mais detalhes da tarde de 12 de fevereiro. Naquele dia, teria havido uma sessão de tortura, segundo o narrado por Thayná à mãe do garoto, Monique Medeiros, via WhatsApp.

A conversa foi recuperada graças a um software israelense e ajudou a polícia nas investigações. A 16ª DP (Barra da Tijuca) afirma que Jairinho é o assassino de Henry e que Monique foi conivente.

Com base no segundo depoimento e nos prints extraídos, o G1 reproduziu o que, na versão da babá, aconteceu naquela tarde.

Antes de apanhar, Henry foi abraçar o padrasto. Quando Jairinho saiu do apartamento, Henry contou tudo à mãe por chamada de vídeo, e depois o vereador, exaltado, gritou para o enteado na frente de Thayná.

O depoimento de Thayná sobre a morte de Henry Borel — Foto: Wagner Magalhães e Anderson Cattai

O depoimento de Thayná sobre a morte de Henry Borel — Foto: Wagner Magalhães e Anderson Cattai

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.