BUSCAR
BUSCAR
Imunização
Vacinas de Oxford chegam ao RN; todas serão usadas, sem guardar para 2ª dose
Como as doses são limitadas, nesta primeira fase estão sendo vacinados apenas profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate ao coronavírus e idosos que vivem em abrigos.
Redação
24/01/2021 | 17:55

O Rio Grande do Norte recebeu do Ministério da Saúde, neste domingo 24, novas doses de vacina contra a Covid-19. Desta vez, o imunizante enviado ao Estado é o fabricado pela universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca. O uso emergencial está autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O avião com as doses da vacina de Oxford chegou ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, por volta das 16h. A governadora Fátima Bezerra (PT) e o secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Araújo Silva, estiveram no terminal para recepcionar as doses.

Foram entregues ao RN 31.500 doses da vacina. Todo o lote será usado de uma vez, sem guardar estoque para a dose de reforço, já que outra remessa do imunizante deve chegar nos próximos dias. O intervalo entre uma dose e outra é de 12 semanas (quatro meses). Com isso, mais pessoas serão vacinadas. Não está definido quantas doses serão enviadas para cada município.

Na última terça-feira 19, o Estado recebeu 82.400 doses da Coronavac, a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac. Metade já foi distribuída aos 167 municípios potiguares e metade está guardada para a segunda dose.

Como as doses são limitadas, nesta primeira fase estão sendo vacinados apenas profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate ao coronavírus e idosos que vivem em abrigos. Com a chegada de mais vacinas, é possível que idosos em geral também comecem a receber a proteção.

“Estamos iniciando a semana renovando a esperança, recebendo essa nova remessa de vacinas”, afirmou a governadora, que destacou que toda a logística para distribuição das vacinas novamente já esta pronta e que a distribuição para os municípios terá inicio já nesta segunda-feira 25.

As secretarias de Estado da Saúde Pública (Sesap) e da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) mais uma vez farão o trabalho de transporte das vacinas às cidades-polo no interior.

Chegada ao Brasil

O 1º lote da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca/Oxford, desembarcou no final da tarde de sexta-feira 22 no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. No total, o Brasil recebeu 2 milhões de doses fabricadas pelo Instituto Serum, na Índia.

A vacina é desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. No Brasil, a produção é coordenada pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Esse 1º lote da vacina AstraZeneca/Oxford –que era a aposta inicial do governo do presidente Jair Bolsonaro para começar a imunização– atrasou uma semana para chegar ao País, segundo os planos iniciais do governo. De São Paulo, as vacinas foram enviadas para a Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Dez trabalhadores da instituição foram imunizados simbolicamente, escolhidos por estarem na linha de frente do atendimento a pacientes do Centro Hospitalar da instituição.

Estoque de vacinas no RN

Coronavac: 82.400
Oxford/AstraZeneca: 31.500
Total: 113.900 doses

Dados

De acordo com o sistema RN+ Vacina, até a tarde deste domingo já foram vacinadas 15.225 pessoas no estado. O sistema desenvolvido pelo Governo, através da Sesap, em parceria com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), já conta com mais de 506 mil pessoas cadastradas.

O RN+ Vacina é parte da estratégia de logística montada pelo Governo do Estado para otimizar os recursos e agilizar o plano de vacinação potiguar, em parceria com os municípios, que são os responsáveis pela aplicação das doses.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.