BUSCAR
BUSCAR
Uruguaios vão às urnas para segundo turno das eleições presidenciais

30/11/2014 | 12:25

2013121183 BandeiraUruguai2012

Os uruguaios vão às urnas hoje (30) para eleger o sucessor do presidente José Pepe Mujica. O favorito em todas as pesquisas de opinião é o médico oncologista Tabaré Vázquez, candidato da Frente Ampla – a aliança de partidos de esquerda, no poder há dez anos. Ele foi presidente de 2005 a 2010, antes de entregar o cargo a Mujica, que foi eleito senador em outubro passado.

As últimas pesquisas de opinião dão a Tabaré Vázquez uma vantagem de 10 pontos percentuais em relação ao adversário, Luis Lacalle Pou – filho do ex-presidente com o mesmo nome e candidato do tradicional Partido Nacional ou Blanco.

Seja qual for o resultado, a Frente Ampla já assegurou a maioria no Congresso, que foi totalmente renovado em outubro passado, quando ocorreram as eleições legislativas e o primeiro turno das eleições presidenciais. No Uruguai, tanto o presidente quanto os senadores e deputados têm cinco anos de mandato. O novo governo assumirá em março.

Se Tabaré Vázquez for eleito presidente, será o terceiro governo consecutivo da Frente Ampla. Nestes dez anos, os chamados frentistas sempre contaram com maioria no Congresso e por isso conseguiram aprovar leis polêmicas como a da legalização do aborto, a do casamento entre pessoas do mesmo sexo e a da produção e venda da maconha.

Tabaré Vázquez disse, na campanha, que o desafio do novo governo será reduzir ainda mais a desigualdade. “O Uruguai é o país da região com a maior porcentagem de classe média em relação à sua população: 62%”, disse ele. “Mas falta muito por fazer”, acrescentou o candidato.

Agência Brasil

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.