BUSCAR
BUSCAR
Trama
‘Um Anjo Caiu do Céu’: relembre o lado ator de Supla em novela
Na trama, o cantor dava vida ao personagem Alex de Leon, um modelo brasileiro de sucesso internacional, que, após anos vivendo na Alemanha, voltava ao Brasil. A presença no elenco veio a convite do autor Antonio Calmon
Estadão
22/01/2021 | 18:30

Supla é mais conhecido por sua carreira musical, mas já fez diversos trabalhos como ator. Entre eles, a novela Um Anjo Caiu do Céu, que completa 20 anos de sua estreia nesta sexta-feira, 22 de janeiro.

Na trama, o cantor dava vida ao personagem Alex de Leon, um modelo brasileiro de sucesso internacional, que, após anos vivendo na Alemanha, voltava ao Brasil. A presença no elenco veio a convite do autor Antonio Calmon.

“É um papel modesto. Não sou louco de dar uma coisa muito grande para ele, porque não sei se ele vai conseguir aguentar o trando do ritmo das gravações”, justificava o autor, que era amigo do cantor, à época.

Questionado sobre como conciliar a carreira musical e a de ator, Supla respondia: “Elvis Presley também lançava discos e fazia filmes, não é?”

No início das gravações, sem figurino pronto, o cantor usou um terno comprado em Londres para atuar. No decorrer da trama, Alex de Leon recebeu roupas exclusivas feitas pelo estilista Ricardo Almeida.

“O cabelo do Alex é mais fácil de fazer do que o meu, que é todo espetado. Mas o Supla é de verdade, não é um personagem”, dizia, ainda falando sobre o visual.

Seu personagem teve as primeiras cenas exibidas a partir de 23 de abril, já no 2º mês de Um Anjo Caiu do Céu. Supla vivia um romance com a personagem Carol, de Mariana Hein.

“Estou me divertindo principalmente em contracenar com a Christiane Torloni, que é a verdadeira Cruela”, comentava, sobre a personagem Laila, em referência à vilã do filme 101 Dálmatas.

Ao término das gravações, Supla aprovava a experiência e já fazia planos para o futuro: “Me diverti muito. Gostaria, por exemplo, de fazer um executivo frio, babaca”. 

Ele chegou a ser cogitado por Antonio Calmon para interpretar um vampiro em Beijo do Vampiro, novela das 7 que estrearia no ano seguinte. À época, porém, a Globo vetava ex-integrantes da Casa dos Artistas, do SBT, em suas atrações.

Entre outubro e dezembro de 2001, pouco depois de Um Anjo Caiu do Céu, Supla fez parte do elenco de famosos do primeiro reality show de confinamento do canal de Silvio Santos. Ele foi vice-campeão, perdendo a final para Bárbara Paz, sua namorada na casa.

Supla ‘em alta’

Marta Suplicy, então prefeita de São Paulo, e Eduardo Suplicy, então senador da República, recepcionam o filho Supla na noite de sua eliminação da 'Casa dos Artistas', em 2001.

Marta Suplicy, então prefeita de São Paulo, e Eduardo Suplicy, então senador da República, recepcionam o filho Supla na noite de sua eliminação da ‘Casa dos Artistas’, em 2001. Foto: Sergio Castro / Estadão

À época, Supla estava ‘em alta’ após ser nomeado ‘Rei dos Piores’ por Marcos Mion, que fazia sucesso com o programa Piores Clipes do Mundo, na MTV, conforme consta no Jornal da Tarde de 17 de junho de 2001. 

“Uma das marcas registradas dessas sequências de clipes é a inclusão da música Green Hair, do roqueiro Supla, fechando todos os blocos, independente do tema do dia. Eleito o ‘Rei dos Piores’, Supla acabou voltando à mídia e sendo convidado para participar de inúmeros programas na televisão, inclusive na novela Um Anjo Caiu do Céu“.

O ‘Papito’ não se importava com a brincadeira: “Acho isso ótimo porque o programa ajudou para que a música ficasse conhecida. Na verdade, eles incluíram minha música ali porque sabem que dou audiência”.

Supla também estava nos holofotes por conta de seus pais: Marta Suplicy estava em seu primeiro ano de mandato como prefeita de São Paulo, e Eduardo Suplicy era senador.

Seu pai, inclusive, chegou a citar o trabalho do filho para valorizar a audiência do público em um depoimento de Antonio Carlos Magalhães, o ACM, no Senado: “está batendo o recorde da novela Um Anjo Caiu do Céu, onde o meu filho Supla está se apresentando”.

Supla ator

Antes, Supla havia tido breves experiências como ator. Em 1993, viveu um boxeador na minissérie Sex Appeal. “Eu encontrei o Calmon e me sugeri para um papel que não existia. Ele gostou da sugestão e escreveu o personagem Dino especialmente para mim”, contava. 

Na mesma época, teria recebido um convite, novamente do amigo Antonio Calmon, para ser um dos protagonistas da novela das 7 Olho no Olho. Como estava preparado para se mudar para Nova  York, porém, recusou.

Em Rock Estrela (1985), filme com diversas participações musicais, fez uma ponta cantando O Tal Poder, quando ainda estava na banda Tokyo.

Anos depois, fez par romântico com Angélica no longa Uma Escola Atrapalhada (1990), e interpretou um cowboy norte-americano em Sua Excelência, o Candidato (1992).

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.