BUSCAR
BUSCAR
Política

TSE decide, por unanimidade, arquivar primeira de duas ações contra Lula

Colegiado entendeu que não foi configurado abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação
19/10/2023 | 13:19
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou nesta quinta-feira, 19, uma ação em que o ex-presidente Jair Bolsonaro pedia a inelegibilidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo uso de links patrocinados no Google Ads quando usuários faziam buscas com os termos “Lula condenação” e “Lula corrupção PT”.

Por unanimidade, o colegiado entendeu que não foi configurado abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação, sem nem analisar o mérito da ação. Os ministros seguiram o voto do corregedor geral eleitoral, Benedito Gonçalves, de que Bolsonaro e sua coligação “nunca estiveram próximos de comprovar a alegada manipulação eleitoral”.

comv lula 1
Presidente Lula - Foto: divulgação

O julgamento foi marcado por ressalvas sobre o impulsionamento de conteúdo e a indicação de que o TSE deve regulamentar o tema para as eleições 2024, com a edição de uma resolução específica. Alguns dos ministros – Raul Araújo e Kassio Nunes Marques – entenderam que os fatos eram graves, mas não “graves o suficiente” para gerar um desequilíbrio na eleição.

Para Gonçalves, “não foi demonstrado que a contratação dos anúncios foi capaz de alterar o padrão de funcionamento do Google Ads”.

O TSE começou a julgar na manhã desta quinta duas ações que pedem a cassação e inelegibilidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do seu vice Geraldo Alckmin por supostos atos ilícitos realizados no segundo turno das eleições de 2022. Os dois pedidos foram apresentados pela campanha do ex-presidente Bolsonaro, derrotado no pleito.

Moraes arquiva inquérito sobre campanha contra PL das Fake News
Ministro do STF seguiu parecer da Procuradoria-Geral da República
20/06/2024 às 21:56
Deputada Silvia Waiãpi, acusada fazer harmonização facial com dinheiro público, vai recorrer ao TSE
Mandato da parlamentar foi cassado pelo TRE-AP; caso foi denunciado por assessora
20/06/2024 às 17:28
Câmara Municipal de Natal entrega Comenda Motorista Exemplar a 27 profissionais
Este ano, 27 profissionais receberam a Comenda, sendo 10 motoristas de transporte escolar, 12 de alternativos e cinco de aplicativos
20/06/2024 às 14:39
Professora Nilda e Kátia Pires têm muita vontade de inovar e dar certo em Parnamirim, defende Agripino
Presidente do União Brasil no RN destaca compromisso das pré-candidatas com as demandas locais e autonomia na decisão do partido
20/06/2024 às 07:56
Flávio Azevedo toma posse como senador por quatro meses após licença de Rogério
Empresário e ex-presidente da Fiern substitui Rogério Marinho no Senado, prometendo empenho durante licença do titular
20/06/2024 às 07:42
Conselho de Ética da Câmara arquiva ação contra Fernanda Melchionna
PL acusou a parlamentar de ter ofendido filhos de Bolsonaro
19/06/2024 às 19:12
Moraes manda remover reportagens sobre acusação de agressão feita por ex-mulher de Arthur Lira
Medida, que inclui vídeo da Folha, atende a pedido feito pela defesa do deputado, que tem conseguido derrubar perfis e páginas por meio de decisões do ministro
19/06/2024 às 17:41
Câmara Municipal de Natal festeja 55 anos da Associação do Ministério Público
Associação congrega quase 300 membros, entre promotores e procuradores de justiça do RN
19/06/2024 às 10:04
2024 é “preâmbulo” de 2026, diz Rogério em último discurso antes de licença no Senado
Senador afirma que, antes de decisão sobre o voto, eleitores precisam ter “nitidez” sobre o que os partidos defendem
19/06/2024 às 08:06
Lira diz que nada no projeto do aborto “vai retroagir nos direitos já garantidos”
Presidente da Câmara dos Deputados afirmou que texto será debatido por comissão representativa no segundo semestre
18/06/2024 às 21:11
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.