BUSCAR
BUSCAR
Política

TSE rejeita pedido para cassar Zema e aplica multa

Ministros entenderam que não houve abuso de poder político na campanha de 2022
Redação
14/05/2024 | 21:37

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou, por unanimidade, um pedido para cassar o mandato do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo).

Por maioria, a Corte aplicou multa individual de cerca de R$ 5 mil a Zema, ao vice-governador, Mateus Simões, e a secretários estaduais.

Corte entendeu que não foi cometido abuso de poder político na campanha de Zema em 2022 / Foto: Divulgação
Corte entendeu que não foi cometido abuso de poder político na campanha de Zema em 2022 / Foto: Divulgação

A Corte entendeu que não foi cometido abuso de poder político na campanha de 2022.

O caso trata da publicação de publicidade institucional nos portais de notícias do governo, em período proibido pela lei (três meses antes do pleito).

Os ministros também analisaram suposto abuso pelo fato de o portal de notícias do estado na internet ter feito “ostensiva” promoção pessoal de Zema durante o tempo em que a publicidade institucional era permitida.

O relator do caso foi o ministro Raul Araújo, corregedor-geral eleitoral. Para ele, as condutas não foram suficientes para abalar a normalidade do pleito.

Conforme a defesa de Zema argumentou, os links de publicidade institucional não estavam visíveis diretamente nos portais e ficaram disponíveis por uma falha técnica.

O ministro Floriano de Azevedo Marques votou para aplicar multa no valor de R$ 10 mil, mas ficou vencido.

O TSE analisou um recurso apresentado pela coligação Juntos pelo Povo de Minas Gerais (PSD, Federação Brasil da Esperança – PT, PCdoB e PV – e PSB) contra decisão do TRE-MG que rejeitou a ação que pedia a cassação do governador.

Com informações da CNN Brasil

NOTÍCIAS RELACIONADAS
“Cabo e soldado estão presos”, diz Moraes, ironizando Eduardo Bolsonaro
Declarações fazem referência a frase dita pelo filho de Bolsonaro em 2018 para apontar fragilidade no funcionamento da Suprema Corte
22/05/2024 às 19:26
Justiça da Bahia marca audiência de julgamento de Wendel Lagartixa
Evento está agendado para julho, em Vitória da Conquista, na Bahia
22/05/2024 às 15:31
Leilão do Terminal Pesqueiro acontece em junho, afirma Fátima Bezerra
Terminal atenderá tanto à pesca oceânica de maior porte, quanto aos pescadores da comunidade
22/05/2024 às 14:50
Senado aprova PL de Styvenson Valentim que prevê castração química para presos por crimes sexuais
Projeto segue diretamente para análise na Câmara dos Deputados
22/05/2024 às 13:31
TSE rejeita cassação de Moro por unanimidade
PL e PT acionaram a Justiça alegando abuso de poder econômico
22/05/2024 às 08:07
Taveira demite indicados de Kátia e Carol Pires na Prefeitura de Parnamirim
Exoneração em massa ocorre no momento em que Kátia mantém sua pré-candidatura a prefeita, apesar de Taveira apoiar Salatiel de Souza
22/05/2024 às 08:00
Gonçalves bate o pé e não apoia Paulinho: “Defendo candidatura própria do PL”
Deputado federal do PL afirma que é contra o partido apoiar Paulinho, a quem vê como “deputado do centrão”
22/05/2024 às 07:32
Cassado, Dallagnol diz que “corruptos não têm mais medo” de punição
Ex-procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol disse em comissão na Câmara que “corruptos não têm mais medo de serem punidos no Brasil”
21/05/2024 às 21:50
STF anula decisões da Lava Jato contra Marcelo Odebrecht
Medida não comporta o acordo de delação firmado pelo empresário durante a operação
21/05/2024 às 20:36
Zambelli e hacker viram réus no STF por invasão ao site do CNJ
Decisão da Primeira Turma foi unânime
21/05/2024 às 16:36
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.