BUSCAR
BUSCAR
Unanimidade
TSE mantém Gustavo Soares no cargo de prefeito de Assú, no RN
Para o ministro Raul Araújo, relator do caso, não houve provas de que Gustavo Soares, reeleito em 2020 com maioria de 5 votos, praticou compra de votos
Redação
30/11/2023 | 08:24

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou os últimos recursos na última terça-feira 28 e decidiu, por unanimidade, manter o mandato do prefeito de Assú, Gustavo Soares.

Para o ministro Raul Araújo, relator do caso, não houve provas de que Gustavo Soares, reeleito em 2020 com maioria de 5 votos, praticou compra de votos. Os processos eram movidos pela chapa adversária, liderada pelo ex- -prefeito Ivan Júnior.

Nas redes sociais, Gustavo comentou e comemorou. “Estou profundamente grato e, por que não dizer, que o bem sempre vencerá o mal. Todos os membros presentes na sessão votaram pela total rejeição dos recursos apresentados por nossos adversários. E, graças a Deus, isso coloca um ponto final nessa litigância, esse esperneio inconsequente que tentou por em dúvida o resultado das eleições de 2020. Esta decisão é uma afirmação da vontade legítima do povo de Assú, que me reelegeu para este segundo mandato”, postou Gustavo, ainda na noite de ontem.

“Desde o início, este processo foi uma tentativa desesperada por parte de meus adversários para desestabilizar nossa administração. Não conseguiram. Nunca perdemos a fé nem a confiança na Justiça – tanto na divina quanto na terrena. Acredito firmemente que a verdade sempre prevalece e que a integridade é um valor que deve guiar nosso caminho. Nossa vitória foi limpa”, afirmou o prefeito.

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.