BUSCAR
BUSCAR
TJRN anuncia que “caso necessário” iniciará processo de demissão de servidores grevistas

13/05/2015 | 08:46

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte anunciou, ontem (12), por meio de nota à imprensa, que vai deflagrar o processo de demissão dos servidores grevistas, caso não voltem às atividades.

Depois de ter a ilegalidade da greve decretada pelo desembargador Glauber Rego e confirmada pelo ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, o Sindicato dos Servidores do Judiciário do RN decidiram continuar a paralisação, que já dura mais de 50 dias.

Com a greve decretada ilegal e o ponto dos grevistas cortados, o Tribunal anunciou nova medida para restabelecer o funcionamento da Corte.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.