BUSCAR
BUSCAR
Cultura
TAM completa dois anos reaberto com mais de 400 espetáculos: “Ícone da cultura potiguar”
Diretor do teatro, Ronaldo Costa quer que TAM seja um "lugar de pensamento" e reforça importância do espaço para artistas
Nathallya Macedo
28/11/2023 | 07:02

O Teatro Alberto Maranhão (TAM), situado na Ribeira, celebra dois anos desde a reinauguração oficial, após um período de quase sete anos fechado para reforma. Ronaldo Costa, diretor do teatro, destaca o papel significativo que o TAM desempenha na cena cultural potiguar e reconhece que o equipamento é um “ícone” local, tendo recebido mais de 400 espetáculos após a reabertura.

A reabertura, ocorrida em dezembro de 2021, marcou um capítulo importante na história do teatro, que precisou passar por reformulações, especialmente para atender a novas normas de acessibilidade. “Dentro do processo de restauro, não havia a modernização da caixa cênica, que é a alma do teatro. Então começamos a lutar por isso, houve um empenho do governo estadual e conseguimos contemplá-la”, relembrou Ronaldo.

Em março de 2022, o TAM ainda enfrentou um desafio adicional ao ser atingido por uma inundação provocada por uma chuva atípica em Natal. Como resultado, o teatro ficou inoperante por dois meses, sendo reaberto no dia 1º de maio.

Apesar desse hiato, o TAM não apenas retomou as atividades, mas também se destacou como palco para 186 espetáculos em 2022, a partir de maio. Em 2023, até o momento, o teatro já abrigou 227 apresentações, totalizando 413. Com uma média de 300 espectadores por espetáculo, o TAM, que possui 600 lugares, demonstra uma constante vitalidade cultural.

Ronaldo Costa enfatiza que o teatro se tornou um refúgio vital para artistas locais. “É um ícone da cultura potiguar. As pessoas sempre relembram histórias com ele”, afirmou o diretor. Ele destaca ainda a importância da subsidiariedade pelo Governo do Estado, que permite preços de pautas acessíveis para a realização de espetáculos.

“Isso democratiza o acesso do público também porque os ingressos acabam tendo valores mais baixos, com espetáculos variados como dança, música, stand-up comedy, peças teatrais e até audiovisual”, completa Ronaldo Costa, reafirmando o compromisso do TAM em ser um espaço inclusivo e diversificado para a comunidade artística e o público em geral.

Ronaldo Costa é diretor do TAM. Foto: José Aldenir / Agora RN
Ronaldo Costa é diretor do TAM. Foto: José Aldenir / Agora RN

Aniversário de 120 anos do TAM terá surpresa

O Teatro Alberto Maranhão completa 120 anos de existência em 2024. O dia 24 de março marca o aniversário do teatro, e a celebração promete surpreender os potiguares com uma surpresa a nível nacional, segundo Ronaldo Costa.

Ele revelou que a surpresa a nível nacional e gratuita está sendo preparada. “Só não revelo agora porque o contrato ainda não está finalizado. Mas será lindo”, disse o diretor. Será uma programação diversificada para envolver a comunidade local e celebrar o legado artístico do teatro.

Ronaldo Costa compartilhou outras aspirações para o ano de 2024, revelando planos de retomar um projeto de aulas de teatro. “Queremos trazer o centro experimental do teatro, que ficava em frente ao 16º Batalhão de Infantaria Motorizado (16 RI), mas dessa vez para ser localizado no próprio TAM, com aulas de teatro para todos os públicos”, afirmou.

Costa enfatiza a importância de oferecer oportunidades de aprendizado e criação artística. “Queremos que o TAM seja um lugar de pensamento, para que possamos discutir alternativas e políticas públicas para o setor teatral”, pontuou.

Concurso público

Ronaldo Costa vive a expectativa por um concurso público que contemple o TAM. “Todo o quadro funcional do TAM é envelhecido, a maioria das pessoas está se aposentando. Temos uma grande quantidade de terceirizados, se não fosse isso, não teríamos como funcionar. Ao todo, são 40 funcionários. Precisamos de um concurso público, principalmente para a área administrativa. A equipe técnica, que é formada por servidores da Fundação José Augusto, também está se aposentando. Então é necessária uma renovação do quadro. Estamos acompanhando os índices econômicos do Estado, e temos esperança de que esse concurso aconteça”, frisou.

Além disso, o teatro passa por um processo de modernização administrativa para abrigar maior inclusão digital através de um novo site, com o objetivo de oferecer a alternativa de venda de ingressos online. O perfil do TAM no Instagram (@teatroalbertomaranhao.oficial) é atualizado com a programação mensal e novidades.

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.