BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Talento eleitoral de Fátima não se repete no governo; leia opinião de Alexandre Macedo
Confira a análise de Alexandre Macedo sobre dificuldades enfrentadas por Fátima Bezerra dez meses após ser empossada para segundo mandato
Alexandre Macedo
01/11/2023 | 05:00

Ninguém pode negar o talento eleitoral da governadora Fátima Bezerra (PT). No pleito de 2022, ela o exibiu.

Ela sabia que poderia ter um caminho mais difícil para a sua reeleição caso enfrentasse o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (então no PDT, hoje no PSD). Ela leu bem o cenário e viu que parte do mundo político poderia apoiar seu adversário, e ela teria uma situação muito mais complicada.

Carlos Eduardo, então, acabou fazendo uma aliança com a governadora, saindo candidato a senador na mesma chapa. Resultado: Fátima venceu a eleição porque ficou sem opositor.

Com todo respeito ao ex-deputado estadual e ex-vice-governador Fábio Dantas (Solidariedade), a eleição de Fátima foi um W.O. A governadora tinha estrutura política, e Fábio Dantas, não. Foi um massacre na questão dos apoios. A governadora tinha, e Fábio Dantas, não.

Ela comemorou muito a sua reeleição em 1º turno. E tudo ficou melhor quando Lula (PT) voltou a ser eleito presidente da República. Aí ela sentiu que tudo estava resolvido.

Dez meses depois de empossada para um segundo mandato, Fátima enfrenta sérias dificuldades. Ela tem assinado convênios e trazido muitos ministros. Tem gerado muitas notícias e muitas imagens no seu Instagram. Mas, de prático, não tem acontecido nada significativo no Rio Grande do Norte até agora.

A verdade é que não tem faltado dinheiro no cofre do Governo do Estado, é só acompanhar os aumentos na arrecadação própria, incluindo aí o ICMS. E agora vai chegar o repasse da compensação aos estados pela perda de arrecadação de 2022 provocada pela diminuição do ICMS sobre combustíveis, telecomunicações e energia elétrica.

Não há avanço na segurança pública. Veio ao RN o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, que prometeu muitos veículos, mas, até agora, a imagem que está ficando do Rio Grande do Norte é a que saiu no blog do jornalista Gustavo Negreiros nos últimos dias: que é a de um policial empurrando uma viatura quebrada no interior do Estado. Pode até ser um fato normal, uma falha no automóvel. Mas pode ser também dificuldade financeira para manutenção, o que significa falta de prioridade do governo com a segurança da população.

Na saúde, não se sente absolutamente nenhum avanço importante, tirando o Hospital da Mulher, em Mossoró.

Na economia e fomento econômico, por sua vez, o desastre é ainda maior e o RN não deslancha. Nesse caso, o que a governadora fez para impulsionar a economia foi mandar para a Assembleia Legislativa projeto de lei que mantém o aumento do ICMS para 20% por tempo indeterminado, quebrando, inclusive, a promessa de campanha e a lei aprovada no ano passado.

Portanto, não há motivos para registros positivos nas ações do Governo Fátima II. E isso tem tido reflexo nas pesquisas, onde a desaprovação da governadora já chega a 60% em alguns institutos.

Talento ou sorte eleitoral não significa êxito no governo.

*Alexandre Macedo é consultor político.

Governo divulga calendário de pagamento de servidores, incluindo 13° e pensionistas
Calendário de pagamento contempla mais de 1 milhão de servidores federais, entre eles servidores ativos, aposentados e pensionistas
18/04/2024 às 13:51
Semurb realiza demolição de ocupação irregular no Pitimbú
A ocupação irregular tratava-se de uma antiga região de duna ocupada por cigarreira em área pública
18/04/2024 às 12:58
Natal amplia faixa etária da vacinação contra a dengue para pessoas com idade entre 4 e 59 anos
Dados da plataforma LocalizaSUS contabilizam 10.207 doses aplicadas para pessoas de 10 a 14 anos até a quarta-feira 17
18/04/2024 às 12:55
Obra do Complexo Turístico da Redinha atinge a marca dos 60% e avança
Local deverá atrair um número cada vez maior de turistas
18/04/2024 às 12:50
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.