BUSCAR
BUSCAR
Futebol
STJD nega pedido do Flamengo e mantém a realização da partida contra o Palmeiras
Clube carioca havia pedido a mudança de data do jogo por causa de um surto do novo coronavírus no elenco, com 16 atletas infectados, além de outras 17 pessoas contaminadas
Redação
26/09/2020 | 00:44

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negou nesta sexta-feira o pedido do Flamengo para adiar a partida de domingo contra o Palmeiras, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. O clube carioca havia pedido a mudança de data do jogo por causa de um surto do novo coronavírus no elenco, com 16 atletas infectados, além de outras 17 pessoas contaminadas, entre dirigentes e membros da comissão técnica.

A decisão do STJD foi tomada pelo presidente do órgão, Otávio Noronha, que no despacho criticou uma das justificativas apresentadas pelo Flamengo para remarcar a partida. O clube alegava que, pela quantidade de casos, não conseguiria realizar a operação logística para o jogo por ter afastado funcionários da comissão técnica com testes positivos para covid-19.

Domènec Torrent, técnico do Flamengo, é um dos contaminados com a Covid-19 -  Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Domènec Torrent, técnico do Flamengo, é um dos contaminados com a Covid-19 – Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

“(A sustentação) Desprende-se totalmente da realidade ostentada pelo reconhecidamente mais abastado clube da atualidade no Brasil, o mais recente Campeão Nacional e das Américas”, escreveu Noronha.

O presidente cita no despacho que outros jogos com condições semelhantes de casos de covid-19 até na Série D também não foram adiados e comenta o fato de o time rubro-negro ter sido um entusiasta da ideia de se retornar o calendário do futebol até mais cedo do que o permitido.

“Aliás, como é público e notório para aqueles que acompanham o futebol, dentre as agremiações que sempre perseguiram, o quanto antes, a volta dos campeonatos, o próprio Flamengo sempre ocupou posição de protagonismo”, comentou. Com a decisão do STJD, não há mais recursos disponíveis para o time carioca conseguir adiar a partida do próximo domingo.

O Flamengo alega que apenas 12 atletas do elenco estão disponíveis para entrar em campo contra o Palmeiras, dos quais três deles são goleiros. Fora os casos de jogadores contaminados há também três lesionados e fora de condições de atuar, como Diego Alves, Gabriel e Pedro Rocha.

Flamengo tem mais casos de covid-19

O Flamengo tem novos casos de coronavírus e pedirá a revisão da decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que negou nesta sexta-feira o pedido para adiar a partida de domingo contra o Palmeiras, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. O Flamengo não informou quantas pessoas contraíram a covid-19, mas o vice jurídico Rodrigo Dunshee confirmou o aumento no número de contaminados e criticou a decisão do STJD.

“Como eu ia dizendo, é temerária a realização desse jogo. Irresponsabilidade total. Mais pessoas infectadas agora. Não para. Lamentável a decisão das entidades. Não concordo com esse tratamento a um caso dessa magnitude”, escreveu o dirigente em seu perfil no Twitter. Ele apagou a postagem depois.

A decisão desta sexta do STJD foi tomada pelo presidente do órgão, Otávio Noronha, que no despacho criticou uma das justificativas apresentadas pelo Flamengo para remarcar a partida. O clube alegava que, pela quantidade de casos, não conseguiria realizar a operação logística para o jogo por ter necessitado afastar funcionários da comissão técnica.

O Flamengo alega que apenas 12 atletas do elenco estão disponíveis para entrar em campo contra o Palmeiras, dos quais três deles são goleiros. Fora os casos de jogadores contaminados há também três lesionados e fora de condições de atuar: Diego Alves, Gabriel e Pedro Rocha.

O surto de coronavírus no Flamengo ocorreu durante a viagem para o Equador, onde a equipe disputou dois jogos pela Copa Libertadores. Além de jogadores, contraíram a covid-19 o técnico Domènec Torrent, o presidente Rodolfo Landim, entre outros funcionados de diversos setores do clube.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.