BUSCAR
BUSCAR
Possibilidade
Snapchat permitirá compartilhamento de histórias fora do aplicativo
Funcionalidade é mais uma tentativa da empresa de retomar os usuários de mensagens efêmeras; ferramenta é testada na Austrália e no Canadá
Estadão
23/01/2018 | 18:37

Os usuários do Snapchat poderão compartilhar publicações com pessoas que não usam o aplicativo. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 23, e surge como mais uma tentativa da Snap, a empresa que é dona do Snapchat, de reconquistar o público dos aplicativos de mensagens efêmeras que largou a plataforma nos últimos meses.

Com a novidade, será possível compartilhar tanto histórias pessoais como as encontradas no guia de “Descobertas” do aplicativo. O compartilhamento gera um link que pode enviado a qualquer pessoa, sendo acessível em um navegador comum (como o Google Chrome ou o Firefox), no celular ou desktop.

A efemeridade permanece como principal característica mesmo com os compartilhamentos fora do aplicativo. Os links que levam para as histórias pessoas e de pesquisa expirarão em 30 dias; já os de histórias oficiais permanecerão disponíveis apenas por 24 horas. A empresa não descartou a possibilidade de monetizar o serviço.

A ferramenta está em fase de testes na Austrália e no Canadá, mas ficará disponível gradualmente para os seus usuários de iOS e Android nas próximas semanas. O anúncio teve reação positiva do mercado, com alta de 2% nas ações da empresa na Nasdaq na tarde desta terça – no final do pregão, as ações da Snap acabaram tendo alta de 0,64%, negociadas a US$ 14,26.

A Snap, empresa dona do aplicativo, diz que desenvolveu a ferramenta para mostrar aos não-usuários da plataforma o que pode ser feito no aplicativo. A atualização também torna mais fácil que outras empresas, incluindo empresas de mídia, incorporem o conteúdo em publicações semelhantes ao que disponibilizam em outras redes sociais, como Instagram, Twitter e Facebook.

Situação. O Snapchat vive dias amargos desde que a sua principal ferramenta foi amplamente copiada pelo Instagram e Facebook. Na semana passada, a Snap demitiu 24 funcionários de seus escritórios em Nova York e Londres, como parte de uma reestruturação da companhia.

Em setembro do ano passado, a empresa registrou 178 milhões de usuários ativos, número bem abaixo dos 800 milhões anunciados na mesma época pelo seu principal concorrente, o Instagram.

Desde que perdeu espaço no mercado, a Snap tenta ferramentas para se recolocar como líder desse tipo de serviço. Em 2016, a companhia lançou o Spectacles, um óculos que registra e publica imagens na plataforma. A venda do produto foi um fiasco e os óculos encalhados renderam um prejuízo de, pelo menos, US$ 40 milhões para a companhia.

No ano passado, a Snap anunciou mudanças no design do aplicativo tornando-o mais fácil e simples de usar, separando posts de amigos de publicações enviadas por editorias e criadores de conteúdo. A estratégia, no entanto, não foi o suficiente para reconquistar o mercado.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.