BUSCAR
BUSCAR
Campanha
Setembro Dourado: diagnóstico precoce é imprescindível em meio a Pandemia
De acordo com publicação da Revista Científica Lancet Oncology em 18 maio de 2020, que entrevistou 453 especialistas houve aumento no cancelamentos de consultas (89%), de cirurgias oncológicas (45%), sessões de radioterapia (33%) e transplantes de medula-óssea (73%)
Redação
25/09/2020 | 10:57

Mesmo em tempos de pandemia, cerca de 50 instituições envolvidas na luta contra o câncer infantojuvenil integrantes da Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer – CONIACC, seguem com ações virtuais, com a finalidade de aproximar a sociedade da luta contra o câncer infantojuvenil, alertando quanto aos sinais da doença e para a importância do diagnóstico precoce.

Fechando a campanha Setembro Dourado, será realizada na Assembleia Legislativa do RN uma audiência pública virtual da Frente Parlamentar Estadual em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, proposta pelo deputado estadual Hermano Morais. A audiência vai acontecer no dia 29/09, às 16h e contará com a participação da Casa Durval Paiva, GACC/RN, Hospital Varela Santiago e representantes da Liga Norte Riograndense Contra o Câncer, que discutirão o tema: “Setembro Dourado: o impacto da campanha 2020 e as ações realizadas”. Já no dia 30/03, às 17h, a Casa Durval Paiva promove, via Instagram, a Live: “Sinais de alerta do câncer infantojuvenil”, com a participação da Dra. Elione Albuquerque, oncologista pediatra da LIGA.

O presidente da Casa Durval Paiva e da CONIACC, Rilder Campos, destaca a importância da mobilização em prol da causa. “Devido ao momento que todos nós atravessamos com a pandemia da Covid 19, ressaltamos o valor da iniciativa, uma vez que a abordagem do diagnóstico e o tratamento do câncer não podem parar. Um dos objetivos desse ano para a campanha, dentro desse cenário, é estimular ainda mais as ações preventivas para que se tornem conhecidas ao maior número de pessoas. Precisamos fazer com que a sociedade se mobilize em torno do assunto, para que as nossas crianças e adolescentes se tornem adultos curados e sem sequelas”.

De acordo com publicação da Revista Científica Lancet Oncology em 18 maio de 2020, que entrevistou 453 especialistas de 20 países na América Latina, para avaliar o impacto da Pandemia no tratamento de crianças e adolescentes com câncer. Foram informados cancelamentos de consultas (89%), cirurgias oncológicas (45%), sessões de radioterapia (33%) e transplantes de medula-óssea (73%).

Impacto esse que também pode ser constatado na demanda reprimida que tem chegado às Casas de Apoio. Na Casa Durval Paiva, por exemplo, só no mês de agosto chegaram 10 novos casos, número recorde/mês em 25 anos da instituição e até a penúltima semana deste mês já são 04 casos novos.

Esta situação gera preocupação dos especialistas pelo comprometimento do diagnóstico precoce e das chances de cura tanto para os pacientes já em tratamento quanto de casos novos ainda não diagnosticados, o que exigirá tratamentos mais agressivos e em algumas situações não haverá muitas ferramentas à disposição dos especialistas para tratar o câncer.

A campanha Setembro Dourado segue até o final do mês, mas a luta contra o câncer infantojuvenil continua dentro de outras ações até o final do ano, entre elas, o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil – DNCCI, em 23 de novembro.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.