BUSCAR
BUSCAR
Economia

Sesc e Senac RN participam de mobilização nacional contra corte de orçamento

Projeto em discussão no Senado tira verba de instituições que realizaram mais de 1 milhão de atendimentos no ano passado
Redação
16/05/2023 | 08:30

Amanhã (16 de maio), às 16h (horário de Brasília), serão realizados atos públicos simultâneos em defesa do Serviço Social do Comércio (Sesc) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) por todo o país. O chamado Dia S reunirá colaboradores do Sistema Comércio, usuários, alunos e professores em uma grande manifestação de apoio às instituições. No Rio Grande do Norte, a mobilização ocorrerá na Praça 7 de Setembro, no Centro de Natal.

Na ocasião, também serão coletadas assinaturas para o abaixo-assinado contra o desvio de 5% dos recursos do Sesc e do Senac para a Embratur, documento que já conta com 500 mil adesões (disponível em: https://cnc.portaldocomercio.org.br/sousescsenac).

Capturar
Atos públicos simultâneos em defesa do Sesc e do Senac - Foto: divulgação

O corte foi aprovado na Câmara dos Deputados, por meio dos artigos 11 e 12, inclusos no Projeto de Lei de Conversão (PLV) 09/2023, e deve ir à votação no Senado Federal, na quarta-feira (17/05).

No Rio Grande do Norte, o Sesc e o Senac são importantes entidades para a promoção do desenvolvimento socioeconômico, com ações de capacitação profissional, educação, saúde, assistência, cultura e lazer. Atualmente, no estado existem 18 unidades físicas do Sesc e Senac, além de sete unidades móveis que percorrem vários municípios. No último ano, foram feitos mais de 1 milhão de atendimentos aos comerciários e população em geral.

Centrais sindicais trabalhistas e confederações patronais enviaram cartas aos senadores

Na semana passada, duas cartas foram endereçadas aos senadores – uma encaminhada pelos trabalhadores e outra pelos empresários. As Confederações Patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), da Indústria (CNI), da Agricultura e Pecuária (CNA), dos Transportes (CNT) e das Cooperativas (CNCoop) enviaram ao Senado mensagem afirmando que o indevido e injusto redirecionamento de valores prejudicará milhões de atendimentos gratuitos oferecidos à população nas áreas de saúde, educação, assistência, cultura, lazer e profissionalização.

No mesmo sentido, foi enviado um documento assinado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT e Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio.

Prejuízo ao turismo

A CNC não apenas defende a promoção do turismo brasileiro, bem como trabalha há mais de 75 anos pelo desenvolvimento do setor. Somente na área do turismo, além do fechamento de 23 laboratórios de formação e qualificação de mão de obra para o setor, o programa de Turismo Social, pelo qual o Sesc oferece passeios e viagens a preços acessíveis, seria afetado. O projeto, que é referência na América Latina, estimula o desenvolvimento do setor em diversas localidades do interior do país, muitas delas dependentes do programa para grande parte do movimento turístico.

Alteração da Lei é inconstitucional

Por lei, todos os recursos de Sesc e Senac devem financiar programas de bem-estar social aos comerciários e suas famílias, além de criar e administrar escolas de aprendizagem comercial e cursos práticos, de formação continuada ou de especialização para os empregados do comércio. Se entrar em vigor, a nova legislação é inconstitucional e fere inúmeras decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinam que essas verbas não são públicas, já que as contribuições dos grandes empresários do setor terciário devem ser destinadas exclusivamente para essas finalidades. Mesmo sem contribuir, as micro e pequenas empresas também são beneficiadas pela qualificação de funcionários e melhoria das condições de vida da das condições de vida da população em geral.

Alegação de sobra no orçamento é equivocada

É importante ressaltar que o valor apontado pela Embratur como suposto “superávit” do Sesc e do Senac já está comprometido com obras de manutenção ou início de novas unidades por todo o país. O orçamento de 2023 foi pactuado pelo Conselho Fiscal do Sesc e do Senac, formado por sete entes, sendo quatro lideranças do Governo Federal, dois de entidades empresariais e um representante da classe trabalhadora. Os recursos foram empenhados para uso previamente determinado e de conhecimento de todos, inclusive, do Governo.

Bolsa Família chega a 501 mil de famílias no Rio Grande do Norte em maio 
Valor médio recebido pelos beneficiários no estado é de R$ 673,37
18/05/2024 às 17:51
Governo Federal libera mais de R$ 270 milhões para Governo do RS e municípios gaúchos 
Parcela adicional de recursos do Fundo de Participação dos Municípios soma R$ 192,7 milhões e beneficiará as 47 prefeituras em situação mais grave
18/05/2024 às 15:03
Devedores têm último fim de semana para aderir ao Desenrola Brasil
Etapa abrange dívidas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022
18/05/2024 às 14:53
Ceará-Mirim antecipa pagamento de salários de servidores
Medida sempre esteve entre as prioridades da gestão do prefeito Júlio César
18/05/2024 às 14:23
Petrobras perde quase R$ 70 bi em uma semana após demissão de Prates
Ação da estatal acumula perda de 12% com temor de ingerência do governo federal; empresa é avaliada em R$ 487 bilhões
17/05/2024 às 20:37
AGU pede ao Supremo suspensão de decisão sobre desoneração
Órgão argumenta que governo fechou um acordo com o Legislativo
16/05/2024 às 18:55
Senado aprova suspensão da dívida do RS por três anos
Segundo o governo, proposta deve abrir espaço de R$ 23 bilhões nas contas do estado para priorizar gastos e investimentos na reconstrução dos municípios atingidos pelas enchentes
15/05/2024 às 19:28
Em vídeo, Jean Paul Prates se despede da Presidência da Petrobras: “Coração cheio de gratidão”
Demissão de Prates foi anunciada na noite desta terça-feira 14
15/05/2024 às 16:59
Governo anuncia Auxílio Reconstrução para famílias afetadas por chuvas no RS
Defesa Civil vai ajudar a identificar beneficiários. Pagamento será pela Caixa, via PIX. Investimento estimado é de R$ 1,2 bilhão
15/05/2024 às 16:08
Conselho da Petrobras aprova fim do mandato de Jean Paul Prates
Governo indicou a engenheira Magda Chambriard para substituir Prates
15/05/2024 às 14:07
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.