BUSCAR
BUSCAR
Alteração
Sesap modifica sistema de dados da Covid-19 para evitar discrepâncias
Problemas no mecanismo de transmissão de dados causou acúmulo de informações sobre infecções do novo coronavírus no Estado; RN registra 45.184 pessoas infectadas com o novo coronavírus
Jalmir Oliveira
22/07/2020 | 23:22

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) anunciou nesta quarta-feira (22) novo modelo de levantamento dos dados epidemiológicos sobre a Covid-19 apresentados pelos municípios potiguares. A pasta enfrentou instabilidade da compilação dos dados nas últimas semanas. O objetivo é evitar distorções nas estatísticas diárias relacionada com a doença.

O novo modelo prevê ajustes na comunicação dos dados entre as secretarias de Saúde das cidades potiguares e o Governo do Estado. De acordo com os dados apresentado nesta quarta-feira, o Rio Grande do Norte registra 45.184 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. O número representa 917 casos a mais que na terça-feira (21), que fechou 24 horas com 44.267 infectados. No entanto, ao analisar a média de contágios diários, o Estado teve 272,67 registros entre os dias 18 e 21 de julho.

Segundo subcoordenadora de Vigilância em Saúde, Alessandra Lucchesi, a diferença pode ser explicada em razão da instabilidade no sistema de exportação de casos para o Ministério da Saúde. “A instabilidade deste sistema, em alguns momentos, pode gerar comprometimento de informações. Estamos fazendo um levantamento com todos os municípios potiguares, para que possamos evidenciar este distanciamento de informações”, disse ela.

O problema nas distorções dos números motivou a Sesap a divulgar que não havia conseguido exportar todos os casos confirmados de Covid-19 entre os dias 14 e 15 de julho. Com isso, no dia 18 de julho, com o represamento de dados, houve o registro total de 2.149 casos da doença. No entanto, entre os dias 27 e 28 de junho foi verificada a maior discrepância de dados. Na primeira data, houve o registro de 48 casos, mas no dia seguinte a soma passou para 5.483 confirmações. “A Secretaria Estadual de Saúde sempre preza pela informação qualificada”, reforçou Alessandra Lucchesi.

Na última terça-feira (21), o Ministério da Saúde determinou que todos os resultados de testes de diagnóstico para detecção do novo coronavírus feitos em laboratórios das redes pública e privada terão de ser notificados ao Ministério da Saúde. A medida é válida tanto para resultados positivos como negativos, inconclusivos e correlatos “qualquer que seja a metodologia utilizada”.

Ainda de acordo com a subcoordenadora de Vigilância em Saúde, o Rio Grande do Norte registrou 13 mortes nas últimas 24 horas, somando um total de 1.636 óbitos. Além disso, outras 200 mortes ainda são investigadas. Apesar dos números díspares, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) avalia que o Rio Grande do Norte teve a maior queda no computo diário da Covid-19. Em julho, o Estado teve redução de 12,3%. O estudo é referente ao período de 28 de junho a 11 de julho.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.