BUSCAR
BUSCAR
Crise
“Será impossível governar” com reajuste de servidor, diz Bolsonaro
Na quarta-feira 19, o Senado derrubou o veto presidencial que impedia esse aumento. Agora, cabe à Câmara dos Deputados se posicionar sobre o tema
Redação/R7
20/08/2020 | 11:52

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira 20 que será “impossível” governar o Brasil se a Câmara não mantiver o veto que impede a concessão de reajuste de servidores públicos, já derrubado na quarta-feira (19) pelos senadores. Os deputadores federais devem analisar o tema ainda hoje. As informações são do portal de notícias R7.

Segundo a matéria, em conversa com apoiadores na frente do Palácio da Alvorada, o presidente afirmou que a responsabilidade não é só dele de ajudar o país a “sair do buraco”, mas também dos parlamentares.
“Ontem o Senado derrubou um veto que vai dar um prejuízo de R$ 120 bilhões para o Brasil. Então, eu não posso governar um país se (a derrubada) desse veto for mantida na Câmara, é impossível”, disse o presidente.

“A responsabilidade não é só minha, é de todo mundo a responsabilidade de ajudar o Brasil a sair do buraco”, emendou.

Ainda de acordo com a reportagem, antes de citar a medida tomada pelo Senado, Bolsonaro avisou os apoiadores que não aceitaria protestos em frente ao Alvorada. “Eu venho aqui para atender o povo, conversar, Não vou aceitar protestos, quem quiser fazer, pode ser direito de vocês, mas procure o ministro para atendê-los, se não vou parar de passar aqui”, comentou, sem explicar qual manifestação o havia aborrecido.

Leia AQUI a matéria na íntegra.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.