BUSCAR
BUSCAR
Petrobras

Senado apoia permanência de Prates na Petrobras, afirma Rodrigo Pacheco

O presidente do Senado destaca o respaldo senatorial a Jean Paul Prates na estatal, enquanto adverte sobre consequências econômicas de mudança de liderança
09/04/2024 | 16:26

Durante um almoço com os ministros Fernando Haddad (Fazenda) e Alexandre Padilha (Relações Institucionais), o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD/MG), teria comunicado que o Senado respalda a continuidade de Jean Paul Prates na presidência da Petrobras.

De acordo com fontes presentes no encontro, Pacheco enfatizou aos representantes do governo que a maioria dos senadores está a favor de manter o ex-senador no comando da estatal.

rodrigo pacheco foto Foto Marcos Oliveira Agência Senado
Pacheco teria alertado Haddad e Padilha sobre as possíveis repercussões econômicas de uma mudança abrupta na liderança da Petrobras. Foto: Marcos Oliveira Agência Senado

Além disso, o presidente do Senado teria alertado Haddad e Padilha sobre as possíveis repercussões econômicas de uma mudança abrupta na liderança da Petrobras.

Rumores sobre a possível saída de Prates da Petrobras gerou debates sobre a manutenção de critérios técnicos na gestão e seu impacto no desenvolvimento econômico e energético do Brasil e do RN. Especialistas consultados pelo AGORA RN defendem que a saída dele da estatal seria mau sinal para o mercado e perda para o RN.

Prates busca apoio no Senado

foto da reuters adriano machado 1
Presidente da Petrobras, Prates pode ser convidado a prestar esclarecimentos nas comissões do Senado. Foto: Reuters/Adriano Machado

Na tentativa de assegurar sua permanência, Prates tem buscado o apoio de senadores com influência no Planalto. Fontes relataram à CNN que ele já conversou tanto com Pacheco quanto com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre (União-AP).

Além disso, há um movimento para convidar o presidente da Petrobras a prestar esclarecimentos em comissões do Senado, visando destacar suas ações à frente da empresa. Prevê-se que ele possa comparecer a esses colegiados a partir da próxima semana.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Processo da dívida de R$ 500 milhões da Urbana terá acordo que garante regularização
Na próxima quarta-feira 26, às 10h30, na Justiça Federal do Rio Grande do Norte, será assinado o termo de regularização dos débitos fiscais da Urbana
21/06/2024 às 17:54
Começa consulta a segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2024
Cerca de 5,75 milhões de contribuintes receberão R$ 8,5 bilhões
21/06/2024 às 09:42
Apostas movimentam 1% do PIB e comprometem até 20% do orçamento livre dos mais pobres, diz estudo
XP mostra que setor movimenta R$ 100 bilhões no Brasil e, proporcionalmente, é maior que nos EUA, onde apostas somam 0,4% do PIB
20/06/2024 às 19:30
Dólar vai a R$ 5,46 e renova máxima desde julho de 2022 após críticas de Lula ao BC
Banco Central encerrou um ciclo de sete cortes consecutivos na taxa Selic
20/06/2024 às 18:36
Lula lamenta manutenção da taxa básica de juros: “Quem perde é o Brasil”
Lula ainda criticou a autonomia do BC, que por lei assegura mandatos a seus diretores
20/06/2024 às 16:28
País tinha 9,4 milhões de empresas em 2022, mostra pesquisa do IBGE
Salário médio mensal foi R$ 3.542,19
20/06/2024 às 10:21
Mercado de inovação e startups para 60+cresceu no RN de 2020 a 2023, aponta mapeamento feito pelo Sebrae-RN
Empreendedorismo é uma das oportunidades para 60+ aliando experiência e tecnologia
20/06/2024 às 08:23
BC contraria Lula, interrompe sequência de cortes e mantém taxa de juros a 10,5%
Em entrevista, Lula disse que Roberto Campos Neto não demonstra capacidade de autonomia, tem lado político e trabalha para prejudicar o País
20/06/2024 às 07:50
Copom interrompe cortes e mantém juros básicos em 10,5% ao ano
Fim das reduções da Taxa Selic era esperado pelo mercado financeiro
19/06/2024 às 18:49
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 3
Com adicionais, valor médio do benefício está em R$ 683,75
19/06/2024 às 10:24
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.