BUSCAR
BUSCAR
Meio ambiente
Sem provas, Bolsonaro diz que há índio que troca madeira por Coca e cerveja
O presidente falava sobre o desmatamento na região da Amazônia quando citou o povo indígena
Redação
19/11/2020 | 21:01

Sem apresentar provas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que existem índios que trocam madeira por Coca-Cola e cerveja. A declaração foi dada hoje durante live semanal do presidente nas redes sociais.

Bolsonaro falava sobre o desmatamento na região da Amazônia quando citou o povo indígena. “As críticas [internacionais] são potencializadas. Existe o desmatamento ilegal? Existe! Existe até locais onde o índio troca uma ‘tora’ por uma Coca-Cola ou cerveja.”

Na sequência, o presidente questionou o delegado da Polícia Federal Alexandre Saraiva, que participava da live ao seu lado. “É possível isso? Acontece?”.

O delegado tenta amenizar a fala de Bolsonaro. “Já aconteceu da madeira em terra indígena ser negociada por valores pífios, mas a grande causa do desmatamento é a fraude nos processos administrativos que foram gerados lá atrás”, afirmou.

Durante a live, Bolsonaro, que havia ameaçado entregar uma lista de países que importam madeira ilegal do Brasil, recuou e disse que irá apontar o nome de algumas empresas.

O presidente não chegou a revelar quais companhias estariam envolvidas na prática ilegal, mas afirmou que as críticas internacionais sobre o desmatamento no Brasil fazem parte de um “grande jogo econômico”.

Segundo o presidente, outros países querem atingir o Brasil por ser uma potência do agronegócio: “Eles querem diminuir a concorrência com toda a certeza. Isso facilita até mesmo o comércio interno de commodities”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.