BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Sebastião Melo (MDB) é eleito prefeito com promessa de reabrir Porto Alegre
Político disputou o segundo turno com a jornalista Manuela D'Ávila (PCdoB)
UOL
30/11/2020 | 07:01

O advogado Sebastião Melo (MDB) foi eleito neste domingo 29 prefeito de Porto Alegre. O político disputou o segundo turno com a jornalista Manuela D’Ávila (PCdoB) que, juntos, derrotaram o atual prefeito e candidato à reeleição, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), no primeiro turno.

O emedebista foi eleito com 370.550 votos (54,63% dos votos válidos), contra 307.745 votos de Manuela (45,37%).

“Vamos colocar em prática as propostas expostas na nossa campanha e trabalhar duro para que Porto Alegre volte a ter uma economia pujante”, comemorou Melo em seu perfil no Instagram.

A candidata parabenizou o adversário, mas lamentou ter enfrentado uma campanha com “baixaria” e “notícias falsas”. Em pronunciamento, Manuela disse que enfrentou uma “campanha muito difícil”, em uma das eleições “mais baixas da história” em referência à série de ataques – a maioria deles, machistas – durante a campanha.

Melo já foi três vezes vereador em mandatos seguidos: 2000, 2004 e 2008. Após sair da Câmara, tornou-se vice-prefeito em uma chapa com José Fortunati (à época no PDT) como prefeito. Após quatro anos, tentou pela primeira vez o cargo de prefeito em 2016. Chegou a ir para o segundo turno, mas foi derrotado por Nelson Marchezan Jr.. Em 2018, foi eleito deputado estadual.

Minutos após o nome dele ser anunciado para o segundo turno, Melo passou a defender a reabertura da cidade e retirada das restrições de funcionamento de serviços impostas por Marchezan devido à pandemia do coronavírus.

Saída de Fortunati alavancou votação

Quatro dias antes do primeiro turno Melo passou a contar com o apoio de outro partido, o PTB. O candidato que concorria pela sigla, José Fortunati, acabou desistindo da corrida eleitoral após a Justiça Eleitoral impugnar seu vice, que teria se filiado fora do prazo legal. Até então, Melo e Fortunati estavam tecnicamente empatados em segundo lugar ao lado de Marchezan, conforme pesquisa do Ibope de final de outubro.

No segundo turno, Melo passou a contar com o apoio de Valter Nagestein (PSD), de Gustavo Paim (PP) e de João Derly (Republicanos).

Além disso, em dois debates propôs o cancelamento dos aumentos do IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) em toda a cidade a partir de 2022. E negou que estava recebendo apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

Ao assumir em 1º de janeiro, Melo vai governar uma cidade com mais de 1,4 milhão de pessoas. Vai se deparar com uma das maiores tarifas de ônibus entre as capitais (R$ 4,55) e obras viárias da Copa do Mundo de 2014 ainda inacabadas.

Melo terá como vice-prefeito o advogado Ricardo Gomes (MDB) e será apoiado na Câmara por 41% dos vereadores —15 dos 36 políticos se alinham ao prefeito.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.