BUSCAR
BUSCAR
Indefinição
“Se tirar o Centrão, pra onde é que eu vou?”, questiona Bolsonaro
O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, confirmou nessa segunda-feira (8) a filiação do chefe do Executivo à sigla
Metrópoles
09/11/2021 | 12:04

O mandatário da República, Jair Bolsonaro (sem partido), justificou na manhã desta terça-feira (9), em entrevista ao jornal da Cidade Online, a filiação ao Partido Liberal (PL), sigla do bloco chamado Centrão. O presidente da legenda, Valdemar Costa Neto, confirmou nessa segunda-feira (8) o ingresso do chefe do Executivo na legenda.

Segundo o chefe do Executivo federal, mesmo que inicialmente tenha rechaçado o bloco, ele foi obrigado a se aliar ao grupo político para tentar a reeleição ao Palácio do Planalto no próximo ano.

“Se você tirar o Centrão, tem a esquerda, pra onde é que eu vou? Tem de ter um partido se eu quiser disputar as eleições de 2022. Eu não leio jornal, o pessoal entrega pra mim uma matéria ou outra. Se eu leio, eu não trabalho, ou chego envenenado aqui”, disse.

O chefe do Executivo federal ainda questionou os críticos à filiação ao bloco. “Quer eu converse com o PSol e PCdoB, que não é Centrão? Tem 513 deputados e 81 senadores, essa é minha lagoa, esses são os peixes na lagoa que tenho que convencê-los a votar nas minhas propostas. Não tenho como sair fora da lagoa”, salientou o mandatário.

Mais cedo, enquanto falava com apoiadores na saída do Palácio do Alvorada, Bolsonaro disse que a filiação ao PL está “quase certa”, uma vez que não conseguiu angariar assinaturas necessárias para um partido próprio, o Aliança Pelo Brasil.

“Devo decidir esta semana. Tenho que ter um partido. Vão me criticar. ‘Ah, esse partido…’ Todos os partidos têm problemas. Eu não consegui fazer o meu, porque a burocracia cresceu muito e foi impossível ter um partido. Então, tá quase certo com o PL, tem mais alguma conversa para acertar em um estado ou outro, para a gente partir para as eleições”, disse.

O momento foi gravado e divulgado por um canal simpatizante ao mandatário.

Ida ao PL

Jair Bolsonaro bateu o martelo e decidiu se filiar ao Partido Liberal (PL). A informação foi confirmada ao Metrópoles por auxiliares do chefe do Executivo federal e pelo presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, condenado no esquema do mensalão.

De acordo com Costa Neto, Bolsonaro conversou com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI). Embora também almejasse a filiação do mandatário da República no seu partido, o titular da pasta federal entendeu a decisão do presidente. A data da cerimônia ainda está em discussão, mas o PL trabalha para que a formalização ocorra na próxima semana, em 22 de novembro, mesmo número da sigla.

Na semana passada, Bolsonaro mencionou negociações com o PP e o PL para decidir com quem seria o “casamento”. “Não penso em política, senão, não trabalho. Começo a agradar um e outro e não trabalho. Eu tenho que ter um partido de qualquer maneira. Eu não sei se vou disputar a reeleição ou não. Estou me decidindo ainda. Hoje em dia, está mais para PP ou PL”, analisou.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.