BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Rogério Marinho foi a Mossoró e tenta atrair a maior liderança do Solidariedade: Allyson Bezerra
Confira as últimas da política no Agora RN desta sexta-feira 4
Redação
04/03/2022 | 08:38

O Solidariedade no Rio Grande do Norte caminha para fortalecer o nome do ministro Rogério Marinho (PL) ao Senado. Suas lideranças já estão bastante adiantas neste sentido. O ex-vice-governador Fábio Dantas e a deputada Cristiane Dantas estão levando prefeitos e lideranças para Rogério. O deputado Kelps Lima, que deve concorrer a Câmara dos Deputados já teve conversas neste sentido e também sinalizou com o deputado Subtenente Eliabe.

E o maior peso político hoje do Solidariedade é mesmo o prefeito Allyson Bezerra, que teve 47,52% dos mais de 150 mil votos de Mossoró. O jovem gestor recebeu o ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), numa articulação do ministro Fábio Faria (Comunicação). Antes, Allyson apoiava Fábio para o Senado. No fim do ano passado, a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL) divulgou uma pesquisa do instituto TS2 onde mostra alto índices de aprovação de Alysson. Em Mossoró, o prefeito teve 73,8% de aprovação e 16% de reprovação.

Allyson Bezerra quer obras e ações para Mossoró. Ela já tinha afirmado um “sentimento de gratidão” por Fábio Faria. É o ministro que tem aberto as portas de Brasília e falou das 15 obras paradas, que encontrou quando assumiu por falta de prestação de contas e questões burocráticas. Em uma oportunidade, Allyson Bezerra tinha dado a senha: “Mossoró vota em quem trabalha por Mossoró, por quem presta serviço a Mossoró”.

Tratamento
O prefeito licenciado de São Gonçalo do Amarante, Paulinho Emídio (PROS), agradeceu nas suas redes sociais aos amigos que tem enviando mensagens. Ele assegurou a previsão é que seja finalizado o tratamento ainda neste mês, e, assim voltará para o Rio Grande do Norte. Paulinho está se tratando de um câncer em São Paulo.

Vereadores fora
Como já sabemos, deputados federais ou estaduais que pretendem trocar de partido terão 30 dias para sem perder o mandato por infidelidade partidária. Mas, a mesma janela não vale para vereadores. Estes precisam da anuência partidária para não correrem riscos.

Nota
O deputado General Girão, pego numa blitz no Litoral Sul contou sua versão. Após jantar com a família, ele foi abordado pela Lei Seca e, diferente do que consta no auto de infração, foi realizado o teste do bafômetro, com um equipamento que não tinha a necessidade de assoprar. “Por orientação do agente de trânsito, dei lugar à outra pessoa habilitada para conduzir o veículo. Reitero que assumi a responsabilidade da infração de trânsito e, mesmo tendo avistado a barreira policial com certa distância, não me desviei da direção nem me neguei a realizar qualquer tipo de exame sugerido pelas autoridades policiais no local”.

PDT
O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, pré-candidato ao Senado, terá uma reunião em Brasília na próxima semana. Vai ficar de terça a quinta-feira na capital federal. Em tempo, a pauta da aliança do PDT com o PT local. Carlos Eduardo também vai falar de fundo partidário e do apoio para montar nominatas. A situação da liberação dos vereadores do PDT de Natal estará na pauta.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.