BUSCAR
BUSCAR
Coluna Alex Viana
Robinson opta por mais votado na escolha do novo procurador-geral de Justiça
Confira os destaques da coluna Alex Viana, publicada na edição desta segunda-feira, dia 8 de maio de 2017, do Agora Jornal
Alex Viana
09/05/2017 | 05:10

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), escolheu o procurador Eudo Rodrigues Leite para assumir o cargo de procurador-geral de Justiça do Estado no lugar de Rinaldo Reis, que está com seu mandato sendo encerrado. O anúncio do governador foi feito através da sua conta na rede social Twitter. “Anuncio hoje que nomearei o promotor Eudo Rodrigues Leite como novo Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público Estadual”, escreveu o chefe do executivo estadual. A decisão de Robinson vai de acordo com a maioria dos servidores do Ministério Público do Rio Grande do Norte, que semanas atrás ‘elegeram’ Eudo Leite como novo procurador com 148 votos. Na disputa interna, Eudo venceu Iadya Gama Maio, que teve 45 votos, e Ivanildo Alves da Silveira, que somou 30 votos.

>> Em aberto. O presidente de honra do PSDB, deputado federal Rogério Marinho, esteve com o prefeito de São Paulo, João Dória, oportunidade em que o convidou para participar do ato de posse do novo presidente do PSDB no Rio Grande do Norte, o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza. O presidenciável do PSDB ainda não confirmou presença.

>> Em casa. Já tramita numa das varas da Justiça Federal do Estado processos oriundos da operação Lava Jato. A maioria deles envolve o nome do ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB) e o seu parceiro de negociatas, que está preso, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB).

>> Sem transparência. Muito esquisita a situação envolvendo a viagem do prefeito Carlos Eduardo (PDT) e do vice, Álvaro Dias (PMDB). Até agora, nem a Câmara Municipal, que detém poder fiscalizatório, conseguiu obter as informações.

>> Contrarreforma. O novo presidente estadual do PT, ex-deputado estadual Júnior Souto, diz que o objetivo do partido, por ora, é centrar fogo contra as reformas previdenciária e trabalhista. No tocante aos projetos de 2018, entretanto, diz que a legenda irá trabalhar projetos para o governo e para o Senado.

>> Força. Após a polêmica envolvendo o uso não autorizado dos recursos do Fundo de Previdência dos Servidores do Município de Natal (NatalPrev), foi publicado no Diário Oficial do Município de Natal a nova composição do NatalPrev, tendo a toda poderosa das finanças de Natal, a secretária de Administração Adamires França, na presidência.

>> Azedou. Não convide o governador Robinson Faria (PSD) para a mesma mesa do prefeito de Macaíba, Fernando Cunha (PSD). Aliado de primeira hora, Cunha se sentiu ofendido pelo governo ao não ter sido consultado sobre o investimento da fábrica de painéis fotovoltaicos chinesa Chint, que deverá aportar por Extremoz. Para o prefeito, Macaíba tem vantagens bem maiores que aquele município para abrigar a indústria.

>> Cadeia neles. A partir de julho, ordenador público de despesas que descumprir a resolução 032/2016 do Tribunal de Contas do Estado irá para a cadeia. É o que diz a resolução, que tem como objetivo fazer com que as despesas contraídas pela administração pública sejam pagas em ordem cronológica. Se levada ao pé da letra, tal medida deverá ocasionar uma demissão em massa de secretários estaduais e municipais, atingindo também órgãos como Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público e outros.

>> Queda de braço. A senadora Fátima Bezerra venceu o deputado estadual Fernando Mineiro na disputa interna no PT sobre o comando do diretório estadual do partido. Do grupo da senadora, o ex-deputado estadual Junior Souto foi eleito para comandar a legenda no próximo período.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.