BUSCAR
BUSCAR
Política

‘RN vai virar canteiro de obras’, diz secretário sobre aliança entre Lula e Fátima

Daniel Cabral enfatiza que, desde o início do ano, RN já recebeu 13 ministros, que fizeram anúncios, demonstrando entrosamento entre o Estado e o Governo Federal
Tiago Rebolo
19/10/2023 | 05:00

O Rio Grande do Norte será transformado em um “canteiro de obras” com o início dos investimentos previstos no novo Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC-3. A avaliação é do secretário de Comunicação do Governo do Estado, Daniel Cabral, que vê no alinhamento entre a governadora Fátima Bezerra (PT) e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a oportunidade de o RN alcançar outro patamar de desenvolvimento econômico.

“Nós vivemos um momento muito especial de relacionamento entre Governo do Estado e Governo Federal. Nunca se teve uma perspectiva tão favorável, nunca se criou tanta perspectiva positiva, como com a reeleição da governadora Fátima e a eleição do presidente Lula. Isso é plausível a partir de agora, está acontecendo”, afirmou Daniel Cabral, em entrevista à 98 FM na noite desta quarta-feira 18.

Daniel Cabral Secretário
Jornalista Daniel Cabral, secretário de Comunicação do Governo do Estado - Foto: YouTube 98 FM / Reprodução

O secretário lembra que, desde o início do ano, o Rio Grande do Norte já recebeu visitas de 13 ministros diferentes. Além disso, Fátima Bezerra e secretários foram inúmeras vezes a Brasília apresentar projetos nas sedes dos ministérios. Todo esse esforço, segundo Daniel Cabral, começará a render frutos a partir dos próximos meses.

O PAC, ele destaca, prevê R$ 45 bilhões em investimentos no Rio Grande do Norte nos próximos anos – aplicados em projetos estruturantes, como a duplicação da BR-304 em toda a extensão no Estado e a construção de um novo hospital de urgência na Grande Natal.

“Se fizer uma retrospectiva, dos quatro anos anteriores, o distanciamento foi gigantesco. Eu escutei várias vezes o nível de perseguição que o Estado sofreu. E sofreu. Nós temos agora que construir o que foi negado ao Estado nos quatro anos anteriores. As viagens que a governadora tem feito pessoalmente, as conversas que ela tem tido com os ministros, os projetos que o Governo do Estado tem apresentado, a forma como os técnicos e secretários têm levado para Brasília… A gente estava no momento de entender como o Governo Federal ia se comportar em relação a essas parcerias e levar tudo isso para lá. E o casamento começou a acontecer”, enfatizou o secretário de Comunicação.

“Virada de chave”

Segundo Daniel Cabral, após quatro anos de relação conturbada entre Fátima Bezerra e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), chegou a hora de um novo momento na relação institucional entre os governos do Estado e Federal.

“Não tenho dúvida de que agora vamos passar pela virada da chave. Os frutos de tudo isso que foi levado, discutido. Muita coisa do PAC já estava com recursos alocados, obras paralisadas, obras pela metade. Essas obras, a execução disso tudo vai acontecer. O Estado vai se transformar num canteiro de obras”, destaca.

Na avaliação do secretário, os investimentos do PAC vão ajudar o Estado a mudar de patamar e sair da crise fiscal. “Não é apenas uma transferência de recurso que salva. É o desenvolvimento econômico, que vem com obra. Ou movimenta a cadeia produtiva do Estado ou vai continuar na mesmice. E a grande deficiência do Rio Grande do Norte sempre foi a falta dos grandes projetos. Coisas que o PAC tem e que já estão em andamento”, declarou.

Governo vai cortar gastos após dialogar com servidores, diz Daniel Cabral

Sobre a crise fiscal vivida pelo Estado, o secretário listou medidas de incremento da arrecadação que o governo tem adotado, como o aumento da alíquota do ICMS, o novo Refis, a venda da folha de pagamentos e a adesão ao Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF), do Governo Federal.

Com o PEF, o Estado terá aval da União para contratar até quatro empréstimos em instituições financeiras, de cerca de R$ 400 milhões cada. Em contrapartida, o governo se compromete com redução de despesas – o que passa, necessariamente, pela revisão de planos de carreira do funcionalismo público. Atualmente, o Estado compromete cerca de 57% da sua receita com pessoal, o que está acima do permitido pela lei.

Sobre o corte de gastos, Daniel Cabral afirma que isso vai acontecer no momento certo, após diálogo com os principais atingidos pelas ações de austeridade: os servidores.

“Óbvio que o governo se compromete a ter uma posição de redução da folha de pagamento. É necessário até para que continue com o recebimento das parcelas do PEF. A Secretaria de Administração tem dialogado com os servidores, tem mostrado a necessidade do equilíbrio. (…) O governo não pode tomar uma decisão sem discutir isso com a própria base, os funcionários. Eles são os principais atingidos em qualquer decisão que o governo venha a tomar nesse equilíbrio”, declarou o secretário.

Apesar da indicação de que haverá mudanças em planos de cargos e carreiras de servidores públicos, o secretário não indicou prazo para propor essas alterações.

*Publicado na edição impressa do AGORA RN desta quinta-feira, dia 19 de outubro de 2023.

Jovem suspeito de assassinar a tia é acusado de furtar outra familiar
A irmã de Soraia, morta pelo sobrinho, revelou que era vítima de furtos cometidos pelo jovem
19/07/2024 às 09:23
Homem é preso após disparar com arma de fogo e dirigir embriagado na Grande Natal
O homem tentou fugir e, durante a fuga, colidiu com outros dois veículos
19/07/2024 às 09:19
Apagão cibernético global paralisa voos e afeta TVs, bancos e hospitais
Clientes enfrentam dificuldades com aplicativos e relatam problemas de login e pagamentos fora do ar nas redes sociais
19/07/2024 às 09:09
Trânsito na Hermes da Fonseca será alterado nesta sexta-feira
Trânsito na Hermes da Fonseca será alterado nesta sexta
19/07/2024 às 08:52
CPRE apreende veículo adulterado na Zona Leste de Natal
Foi identificado, ainda, que o condutor era adolescente
19/07/2024 às 08:44
Governo do RN e Banco do Nordeste assinam acordo para eficiência energética
Iniciativa prevê Parceria Público-Privada com ações voltadas à redução de gastos com o consumo de energia na administração pública
19/07/2024 às 08:20
Prefeitura repudia requisição do MPF de comprovação de consulta às comunidades para liberar obra de engorda
A Prefeitura de Natal argumenta que os temos da Convenção 169 não é direcionada para a população do local
19/07/2024 às 07:51
Goleiro do ABC ressalta foco da equipe em conquistar vaga no G8: “Estamos próximos”
Equipe vai em busca de pontuar mais uma vez fora de casa
19/07/2024 às 07:44
Secretaria de Saúde faz visitas a domicílios de Natal para vacinar crianças de até 5 anos
Campanha registrou 10.219 doses aplicadas, o que corresponde a apenas 28,7% do público infantil
19/07/2024 às 07:27
Draga passa por Natal rumo à Europa
Equipamento foi contratado para retirar areia de jazida e trazer para a praia
19/07/2024 às 07:19