BUSCAR
BUSCAR
Perigo
RN registra 19 acidentes envolvendo motocicletas por dia em 2020
Até agora, foram 6.297 atendimentos de pessoas que deram entrada no Hospital Walfredo Gurgel com alguma lesão decorrente de acidente com moto
Redação
17/12/2020 | 07:04

O Rio Grande do Norte registrou uma média de 19 acidentes envolvendo motocicletas por dia nos 11 primeiros meses de 2020. Os dados são de um levantamento feito pelo Hospital Walfredo Gurgel, maior unidade pública do estado para tratamento de traumas e cirurgias gerais. Ao todo, de janeiro a novembro, foram 6.297 atendimentos de pessoas que deram entrada no hospital com alguma lesão decorrente de acidente com moto.

O mês com maior número de acidentes foi janeiro, com 719 registros. Já o menor foi maio, com 373. As principais causas de acidentes registradas pelo setor de estatísticas do Walfredo Gurgel foram: queda de moto (3.281) e colisão entre moto e carro (1.202).

O hospital também atendeu vítimas de acidentes envolvendo motocicleta e outros veículos de quatro rodas: ônibus (36), caminhão (2), carreta (1), trator (2). Além disso, 270 pessoas foram vítimas de atropelamentos de motos.

“A principal causa destes acidentes é a imprudência, é o motociclista que às vezes passa muito perto dos veículos maiores ou que transita entre esses veículos. Embora isso não seja infração de trânsito, vai de encontro às regras de direção defensiva. Se os condutores de duas rodas tivessem uma atenção maior, esse número poderia ser reduzido. Claro que temos também a responsabilização dos veículos maiores, que devem zelar pela segurança dos menores. Por isso, é necessário uma maior prudência de todos”, destacou Raiane Brito, agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Infrações

Para tentar diminuir os índices de acidentes com veículos de duas rodas, a PRF montou o Grupo Regional de Motociclistas (GRM), que atua diretamente na fiscalização deste tipo de veículo. A polícia também mantém um grupo de educação no trânsito, que desenvolve ações preventivas com dicas e palestras sobre pilotagem.

Ainda segundo a PRF, as infrações mais comuns no Rio Grande do Norte são: ultrapassagem irregular, falta do uso de capacete e condução sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). De acordo com Raiane Brito, durante as fiscalizações da PRF, os principais causadores de acidentes envolvem três situações diferentes: veículo que ingressa na via saindo de outra via secundária e atinge motocicleta; veículo em sentido oposto que cruza a frente da moto; e moto que bate atrás de outro veículo por não manter distância mínima.

Agente da STTU sem capacete

Rn registra 19 acidentes envolvendo motocicletas por dia em 2020
Imagem viralizou nas redes sociais

Nesta semana, um motorista flagrou uma situação de infração no trânsito envolvendo uma agente da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU). A agente estava sem capacete e foi filmada na garupa de uma motocicleta. O vídeo acabou viralizando e a pasta se pronunciou sobre o assunto por meio de nota.

“A STTU informa que vai buscar identificar a agente de Mobilidade Urbana e instaurar uma sindicância para apurar o fato. Cabe ressaltar que a STTU combate esse tipo de prática através da educação e fiscalização de trânsito, não sendo admissível tal atitude por parte de um servidor deste Órgão – ainda mais fardado – o qual deve agir estritamente dentro das regras por ser um exemplo para sociedade”, diz a nota.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.