BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Retirada preventiva de servidor do TSE gerou sobrecarga e lentidão no e-Título, diz Barroso
Sem o servidor, houve sobrecarga no sistema e, consequentemente, dificuldade de acesso do eleitor que tentou justificar ausência na eleição por meio do aplicativo e-Título
Redação
15/11/2020 | 15:40

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), informou neste domingo 15 que um dos dois servidores da Justiça Eleitoral foram retirados preventivamente da rede em razão do ataque hacker no último dia 3 ao sistema do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Sem o servidor, houve sobrecarga no sistema e, consequentemente, dificuldade de acesso do eleitor que tentou justificar ausência na eleição por meio do aplicativo e-Título.

Desde a manhã deste domingo, eleitores relatavam dificuldades para fazer a justificativa por meio do aplicativo. O TSE estima que o aplicativo já foi baixado 13 milhões de vezes.

“Depois dos ataques aos servidores do STJ, reforçamos a segurança dos nossos sistemas. Tiramos um servidor da rede e fizemos um backup. Assim, teríamos um servidor fora do sistema. Com esse servidor desligado, o servidor remanescente sofreu uma sobrecarga. E afetou o desempenho ótimo do e-Titulo. Essa é uma das explicações”, declarou Barroso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.