BUSCAR
BUSCAR
Disputa
Reta final da apuração nos EUA tem liderança de Biden em quatro estados
Com Nevada, Geórgia, Pensilvânia e Arizona, Biden pode ter mais 53 delegados, encerrando a disputa 306. Trump possui 214 e pode vencer no Alasca e na Carolina do Norte, o que lhe garantiria mais 18 delegados, resultado insuficiente para o republicano
Redação/ Uol
07/11/2020 | 09:30

O candidato democrata Joe Biden mantêm liderança em quatro dos seis estados com apuração ainda em andamento. Atualmente com 253 delegados, segundo a agência americana AFP, o oponente do republicano Donald Trump, atual ocupante do cargo, precisa de 270 para se tornar presidente dos Estados Unidos. Com informações do Uol.

Com Nevada, Geórgia, Pensilvânia e Arizona, Biden pode ter mais 53 delegados, encerrando a disputa 306.

Trump possui 214 e pode vencer no Alasca e na Carolina do Norte, o que lhe garantiria mais 18 delegados, resultado insuficiente para o republicano.

Cenário de uma das principais viradas de Joe Biden, a Pensilvânia tornou-se a protagonista da apuração da eleição americana na tarde desta sexta (6). Com 20 delegados, o estado é tudo que o democrata precisa para ultrapassar a cota mínima e ser eleito presidente dos Estados Unidos com 273 votos no colégio eleitoral.

Caminhos para 270

Para o democrata, a tranquilidade na apuração surgiu com Pensilvânia, Arizona e Nevada. Nos três estados, ele já possui cerca de 20 mil votos de vantagem sobre Trump. Com 20, onze e seis delegados, respectivamente, os três estados passam dos atuais 17 que Biden precisa atualmente.

Do trio, Nevada é o que está mais atrasado na apuração, com 93% dos votos já contabilizados.

Na Geórgia, que possui 16 delegados na eleição, Biden tem uma vantagem menos confortável, de cerca de 4 mil votos. Lá, 98% dos votos foram apurados até o início da noite de hoje.

Trump critica

Apesar de a apuração já indicar a possível vitória do adversário, Trump criticou Biden por dar o triunfo como certo.

“Joe Biden não deve reivindicar indevidamente o cargo de presidente. Eu também poderia fazer essa afirmação”, publicou o republicano no Twitter. Ontem, Biden disse não ter dúvidas de que venceria a corrida presidencial.

Os Estados Unidos não têm um órgão oficial que divulga, em tempo real, os resultados das urnas, como o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no Brasil. Por isso, as agências de notícias e veículos de comunicação como AFP, AP e Fox fazem extrapolações estatísticas e apontam os vencedores por estado. A AFP chegou a considerar definida a apuração do Arizona — e Joe Biden somava mais 11 votos até a manhã desta quinta-feira (5). A contagem de votos continua no estado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.