BUSCAR
BUSCAR
Cultura
Regina Duarte minimiza tortura e mortes na ditadura
“Cara, desculpa, na humanidade não para de morrer gente. Se você falar de vida do lado tem morte”, afirmou a atriz, em entrevista à CNN Brasil na noite de ontem
Redação
08/05/2020 | 05:01

A secretária especial da Cultura do governo federal, Regina Duarte, minimizou nesta quinta-feira (7) as torturas e mortes cometidas pelo Estado brasileiro durante a ditadura militar. “Cara, desculpa, na humanidade não para de morrer gente. Se você falar de vida do lado tem morte”, afirmou.

Em entrevista à CNN Brasil, a atriz também questionou a importância de manifestações públicas a respeito de mortes recentes no setor cultural, como o escritor Rubem Fonseca e os músicos Aldir Blanc e Moraes Moreira.

Quando perguntada sobre sua omissão a respeito da morte de grandes nomes das artes, questionou: “Será que a secretaria vai virar um obituário?”

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.