BUSCAR
BUSCAR
MMA
Recuperado da Covid-19, Marlon Moraes encara Cory Sandhagen na luta principal do UFC neste sábado
Número 1 do ranking peso-galo, Marlon encara o quarto colocado da categoria e diz confiar em suas qualidades e ter armas para vencer o duelo. Mas ele ressalta que a luta será difícil por estar enfrentando "um atleta completo"
Estadão
10/10/2020 | 10:06

Recuperado da Covid-19, Marlon Moraes entra em cena na luta principal do UFC neste sábado, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. O desafio do brasileiro será contra Cory Sandhagen, pela divisão dos galos. Em entrevista ao Estadão, ele conta que está 100% recuperado e fez uma das melhores preparações da sua carreira.

“Por já ter contraído a doença, eu me sinto seguro para lutar. A pandemia atrapalhou todo mundo em todas as áreas e eu particularmente sou grato por estar trabalhando. Acho que o mais importante é ver o lado positivo das coisas. Eu fiquei muito tempo em casa com a minha família e passamos por todas as fases. Então, muita coisa mudou e acredito que daqui para frente muita coisa ainda vai mudar”, conta Marlon, que vem de uma vitória por decisão dividida sobre o compatriota e ex-campeão José Aldo, em dezembro do ano passado.

O lutador diz que teve uma boa recuperação e passou por todos os exames. “O meu treino está normal. Acredito que o mais difícil é adaptar à nova vida, mas a gente está fazendo o que pode. Eu moro na Flórida e aqui consegui fazer uma das melhores preparações da minha carreira.”

Número 1 do ranking peso-galo, Marlon encara o quarto colocado da categoria e diz confiar em suas qualidades e ter armas para vencer o duelo. Mas ele ressalta que a luta será difícil por estar enfrentando “um atleta completo”. O seu adversário sofreu um revés para Aljamain Sterling em junho, mas antes conquistou cinco vitórias consecutivas.

Em busca de uma nova disputa pelo cinturão após ser derrotado pelo campeão Henry Cejudo em sua última chance, o brasileiro traça o plano de estar ativo dentro da organização com a média de três lutas por ano. O curto prazo para outro combate ainda em 2020 não desanima Marlon. “Estou no meu melhor momento e o UFC está precisando. Se me der uma oportunidade eu estarei lá.”

Apesar do título estar em seus planos, ele garante que ter ou não o cinturão “é apenas um detalhe”. “O Brasil tem talento e muito lutador bom. Nós temos os melhores lutadores de todas as categorias e a gente precisa do apoio do povo mesmo não sendo campeão”, afirma.

UFC Moraes x Sandhagen

10 de outubro, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi

CARD PRINCIPAL (21h, horário de Brasília):

Peso-galo: Marlon Moraes x Cory Sandhagen

Peso-pena: Edson Barboza x Makwan Amirkhani

Peso-pesado: Ben Rothwell x Marcin Tybura

Peso-médio: Markus Maluko x Dricus du Plessis

Peso-pesado: Tom Aspinall x Alan Baudot

Peso-pena: Youssef Zalal x Ilia Topuria

CARD PRELIMINAR (18h, horário de Brasília):

Peso-médio: Tom Breese x KB Bhullar

Peso-pesado: Chris Daukaus x Rodrigo Zé Colmeia

Peso-médio: Impa Kasanganay x Joaquin Buckley

Peso-galo: Ali Alqaisi x Tony Kelley

Peso-pena: Giga Chikadze x Omar Morales

Peso-galo: Tracy Cortez x Stephanie Egger

Peso-mosca: Bruno Bulldoguinho x Tagir Ulanbekov

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.