BUSCAR
BUSCAR
Fritura?
Recado a Rogério: Bolsonaro diz que só Guedes deve falar com investidores
Na semana passada, durante uma reunião com investidores, Rogério teria feito críticas ao ministro da Economia e chegou a sugerir flexibilização do teto de gastos
Redação
06/10/2020 | 05:12

O deputado federal General Girão (PSL-RN) apresentou um projeto de decreto legislativo na Câmara dos Deputados para anular a portaria do Supremo Tribunal Federal (STF) que abriu, em março do ano passado, o inquérito das fake news.

O presidente Jair Bolsonaro disse aos seus ministros, durante uma reunião fechada, que o único porta-voz do governo para questões de mercado e investimentos é o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em um encontro reservado com os seus auxiliares, o presidente da República manifestou que Guedes é “quem dá a temperatura e o rumo aos investimentos” da iniciativa privada. As informações são da CNN Brasil.

Nos bastidores, a fala foi interpretada como um recado ao ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. O potiguar, que já foi integrante da equipe econômica do governo, como secretário de Previdência e Trabalho, tem defendido a ampliação de gastos do governo, o que o tem colocado em rota de colisão com Paulo Guedes, que prega o arrocho fiscal.

Na semana passada, durante uma reunião com investidores, Rogério teria feito críticas ao ministro da Economia e chegou a sugerir, segundo participantes da reunião, uma flexibilização do teto de gastos como uma forma de garantir recursos para financiar o programa Renda Cidadã, que o governo pretende lançar para substituir o Bolsa Família.

No mesmo dia, Guedes reagiu e disse que o colega do Desenvolvimento Regional, se realmente tiver falado isso, é “desleal”, “despreparado” e “fura-teto”. Nos dias seguintes, representantes do governo deram início a uma operação para fortalecer o ministro da Economia e garantir que a gestão de Jair Bolsonaro vai continuar respeitando o teto de gastos – o que agrada aos investidores.

A jornalista Daniela Lima, da CNN Brasil, disse que a fala de Bolsonaro exalou um “cheiro de fritura” contra Rogério Marinho, que virou desafeto de Paulo Guedes ao deixar de ser seguidor da cartilha do arrocho fiscal para se tornar um defensor da ampliação dos gastos públicos como medida para estimular a recuperação econômica no pós-pandemia e para garantir investimentos na região Nordeste.

“O presidente mandou um recado claro ao ministro. ‘Paulo Guedes é o único que fala em nome do governo com o mercado. É ele quem dá temperatura e rumo aos investidores’. Bolsonaro não quer saber de Rogério dando giro com donos do dinheiro grosso do País”, afirmou a âncora do programa “CNN 360º” nesta segunda-feira 5.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.