BUSCAR
BUSCAR
Articulações
PT e PSB se reúnem sobre federação, mas candidaturas em 5 estados representam impasses
PT e o PSB definiram o fim de fevereiro como prazo limite para definir a federação
Redação
20/01/2022 | 09:44

Após a troca de hostilidades no início do ano, as direções de PT e PSB vão se reunir nesta quinta-feira (20), pela primeira vez no ano, para discutir a possibilidade de formar uma federação e, consequentemente, tirar do papel a frente ampla de esquerda.

Segundo reportagem do jornal O Globo, as palavras de interlocutores das duas siglas, os dirigentes Gleisi Hoffmann (PT) e Carlos Siqueira (PSB) vão se encontrar para discutir os principais pontos do “acordo pré-nupcial” – leia-se o apoio estadual a candidatos do PSB em troca do endosso à campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Além disso, há em questão as candidaturas municipais em 2024. A nova lei eleitoral obriga os partidos “federados” a lançarem chapas conjuntas e a atuarem juntos no Congresso por um período de quatro anos.

“É isso que vai garantir um bom casamento no futuro. Não vai ser uma discussão simples”, disse o deputado Tadeu Alencar (PSB-PE), que passou a ser cotado, ao lado do colega de bancada Danilo Cabral (PSB-PE), como um dos possíveis candidatos do PSB ao governo de Pernambuco.

Apesar de terem muitos detalhes a tratar – só de eleições municipais são mais de 1.000 candidaturas –, o PT e o PSB definiram o fim de fevereiro como prazo limite para definir a federação.

Os dirigentes dos dois lados passaram os últimos dias se munindo de pesquisas eleitorais e dados locais para exibir no encontro as armas que têm à disposição para a negociação.

O PT pretende desistir das pré-candidaturas que passou a aventar em Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Espírito Santo em troca da exigência do apoio à candidatura do ex-prefeito Fernando Haddad, em São Paulo. Lá, ele aparece à frente do ex-governador Márcio França (PSB) nas pesquisas de intenção de voto – França vem reafirmando a disposição de ser candidato. A direção petista tem tentado convencê-lo a disputar o Senado, mas ele permanece irredutível.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.