BUSCAR
BUSCAR
Perdeu os pais em 15 dias
“Prova de vida do INSS matou minha família”, diz ministro de Minas e Energia
Beto Albuquerque perdeu o pai e a mãe no prazo de 15 dias
IG
10/07/2021 | 10:56

O ministro de Minas e Energia, Luiz Roberto de Albuquerque, conhecido como Beto Albuquerque , disse que a “desumana” prova de vida presencial do Instituto Nacional de Seguridade Social ( INSS ) fez com que ele perdesse seu pai e sua mãe num prazo de 15 dias. Segundo ele, ambos faleceram por complicações da Covid-19 .

Ao receber condolências do ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, Albuquerque respondeu:

“Obrigado amigo! A prova de vida presencial exigida pelo desumano INSS matou meu pai e minha mãe. Virou a prova de morte ! Uma dor absurda e inesquecível.”

Em junho, a comprovação voltou a ser obrigatória. Desde então, quem não fizer a fé de vida, corre o risco de ter a aposentadoria bloqueada.

Para evitar casos como este, o PSB acionou o Supremo Tribunal Federal , solicitando a suspensão da comprovação. No pedido, o partido justificou a possibilidade de alta contaminação de Covid-19 em idosos com a obrigatoriedade de comparecimento em agências.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.