BUSCAR
BUSCAR
Protocolo
Prova de vida do INSS: aposentados têm 3 dias para realizar a comprovação
Se não for feito no mês indicado, o pagamento poderá ser bloqueado ou suspenso pelo INSS
IG
28/07/2021 | 14:53

Os aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que deveriam fazer prova de vida até maio e junho de 2020 têm até o final deste mês (julho) para fazer a prova de vida anual. Em agosto começa a vez dos que teriam que realizar o procedimento em julho e agosto do ano passado. É importante destacar que o cadastramento é feito levando em conta o mês e o ano em que a última comprovação feita pelo segurado venceu. Se não for feito no mês indicado, o pagamento poderá ser bloqueado ou suspenso pelo INSS.

E como saber se está na época de fazer o recadastramento? Como para a grande maioria dos segurados a prova de vida é feita nos bancos, em geral, os beneficiários são informados da necessidade de atualização cadastral pelos terminais de autoatendimento das agências bancárias ou nos guichês de caixa.

Caso perca o prazo, o benefício pode ser suspenso. Somente após seis meses de suspensão, se a comprovação não for feita, o benefício será cessado. Ainda assim, é possível recuperar o pagamento. Neste caso, será preciso solicitar a reativação pelo Meu INSS ou no banco onde recebe o benefício.

Para começar é preciso criar login e senha para acessar a plataforma. Já no ambiente virtual do instituto, selecione o ícone “meus benefícios” e checar se ele está cessado ou suspenso. Na barra de busca clique em “reativar benefício”. Logo depois atualize os dados cadastrais e clique em avançar. Preencha os dados solicitados para concluir o seu pedido e pronto!

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.