BUSCAR
BUSCAR
Inclusão

Projeto ‘Eu vou para a Missa’ promove inclusão para pessoas com deficiência na Paróquia de São José de Anchieta

Após a criação do projeto, a igreja também está desenvolvendo a pastoral para pessoas com deficiência
Ramylle Freitas
26/10/2023 | 18:00

A partir de um diálogo entre o Padre Carlos Sávio e alguns pais de crianças atípicas, surgiu a ideia do projeto ‘Eu vou para a Missa’, que acontece na Paróquia de São José de Anchieta, no bairro de Lagoa Nova, em Natal. O principal objetivo é promover a inclusão, para que pessoas com deficiência (PCD) frequentem a igreja com maior acessibilidade no local e nas missas.

“Alguns pais de crianças atípicas me pediam uma celebração mais voltada para eles. Atendendo a esse pedido, fui pesquisar e percebi que em alguns lugares do Brasil já existia esse projeto, aí convidei alguns leigos da Paróquia, a fim de me ajudar a pensar como faria em nossa comunidade paroquial” explicou o Padre. 

Projeto ‘Eu vou para a Missa’ abre portas para mais iniciativas inclusivas na Paróquia de São José de Anchieta, em Natal/RN. Foto: Cedida/arquivo pessoal
Projeto ‘Eu vou para a Missa’ abre portas para mais iniciativas inclusivas na Paróquia de São José de Anchieta, em Natal/RN. Foto: Cedida/arquivo pessoal

De acordo com o pároco, após o convite, juntaram-se ao projeto outros pais, alguns psicólogos, médicos, assistentes sociais e, depois de algumas reuniões e estudos, foi definida a realização do ‘Eu vou para a Missa’ todos os meses na paróquia.

Foto: Cedida/arquivo pessoal
Foto: Cedida/arquivo pessoal

Como a missa é organizada

Antes de cada celebração, existe uma preparação para receber as pessoas. O padre descreve que a organização inclui a confecção do jornal da missa em braile, ajustes na iluminação e um lugar de regulação para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), que é um espaço dentro da paróquia com brinquedos e profissionais adequados para acolher e acalmar pessoas com autismo, caso aconteça alguma situação repentina que possa os deixar agitados. Já durante a missa, as músicas ficam em volume baixo e não há palmas. 

Crianças com suporte necessário no lugar de regulação para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Foto: Cedida/arquivo pessoal
Crianças com suporte necessário no lugar de regulação para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Foto: Cedida/arquivo pessoal

“Eu me preparo para que a missa não seja demorada e para que a minha linguagem seja a mais compreensível possível. A acolhida é feita por pessoas com deficiência, os pais e profissionais que atuam nesta área nos ajudam a dar o melhor de nós. Tudo preparado e pensado nos mínimos detalhes para incluir e acolher a todos com carinho, cuidado e atenção”, relata o pároco. 

Projetos de inclusão na paróquia

O padre conta, também, que através do projeto está sendo criada a pastoral para pessoas com deficiência na paróquia, pois a igreja possui como um dos pilares da evangelização a Pastoral da Acolhida. A Pastoral da Acolhida é um trabalho que acontece nas igrejas que visa acolher as pessoas, possibilitando que se sintam bem nas celebrações da igreja.

Momento de uma das cerimônias na paróquia. Foto: Cedida/arquivo pessoal
Momento de uma das cerimônias na paróquia. Foto: Cedida/arquivo pessoal

“Hoje existe em nossa igreja uma Pastoral da Acolhida com mais de 200 pessoas, a grande maioria são jovens que se sentem muito felizes em contribuir naquilo que se pede. Não tenho dúvida alguma que essa pastoral trará muitos frutos, como o Projeto ‘Eu vou para a Missa’”, disse Sávio.

Além da criação da pastoral para pessoas com deficiência, a paróquia busca ser inclusiva nos eventos desenvolvidos. No próximo dia 11 de novembro, por exemplo, vai acontecer a Corrida de Anchieta, na qual as inscrições estão abertas para que PCDs também participem.

Lulu Santos é internado em hospital após passar mal e shows são cancelados
Cantor foi internado e ficará em observação por dois dias
08/06/2024 às 18:13
STF marca para dia 12 julgamento sobre correção do FGTS
Discussão foi interrompida em novembro do ano passado
03/06/2024 às 12:14
Governo Central tem superávit primário de R$ 11,1 bilhões em abril
Resultado fica abaixo da expectativa de especialistas
28/05/2024 às 14:46
IBGE: calamidade prejudica coleta de preços para cálculo da inflação
Instituto precisou imputar preços de hortaliças e verduras
28/05/2024 às 12:12
Renegociação do Desenrola Fies termina na próxima sexta-feira
Até o dia 15, haviam sido renegociados mais de R$ 12,92 bilhões
27/05/2024 às 16:07
Nível do Guaíba em Porto Alegre volta a ficar abaixo dos 4 metros
Defesa Civil municipal alerta para risco de mais chuvas
27/05/2024 às 15:23
Auxílio Reconstrução: famílias devem confirmar dados a partir de hoje
Até o momento, estão contemplados com o auxílio 369 municípios gaúchos
27/05/2024 às 13:27
Magda Chambriard toma posse como presidente da Petrobras
Ela assumiu logo após ser eleita pelo Conselho de Administração
24/05/2024 às 12:12
Moraes quer responsabilizar big techs por publicações em redes sociais
É preciso garantir regulamentação adequada no setor, diz ministro
22/05/2024 às 16:08
Demitido da Petrobras, Prates terá direito a 6 meses de salário extra
Demitido da Petrobras, Jean Paul Prates terá de cumprir seis meses de quarentena, com salário mensal de R$ 133 mil até novembro
21/05/2024 às 15:55
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.