BUSCAR
BUSCAR
Segurança

Programa dará apoio psicológico a profissionais da segurança

Assistência começa por Rio Grande do Norte, Sergipe Minas e DF
Agência Brasil
28/05/2024 | 17:07

O Ministério da Justiça e Segurança Pública oficializou nesta terça-feira 28 a implementação do projeto de promoção da saúde mental entre profissionais de segurança pública, o Escuta Susp (Sistema Único de Segurança Pública).

A proposta da pasta é oferecer, em convênio com universidades públicas, assistência especializada gratuita para policiais federais, militares e civis, bem como para bombeiros, peritos criminais e guardas municipais em sofrimento psicológico e que, por qualquer razão, já não estejam sendo atendidos ou acompanhados por profissionais de saúde.

Programa dará apoio psicológico a profissionais da segurança. Foto: José Aldenir - Agora RN
Programa dará apoio psicológico a profissionais da segurança. Foto: José Aldenir/Agora RN

O projeto integra o Programa Nacional de Qualidade de Vida para o Profissional de Segurança Pública (Pró-Vida) e foi elaborado em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Segundo o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, na primeira etapa serão oferecidas mais de 65 mil sessões remotas (online).

“Nesta primeira etapa, o Escuta Susp vai atender profissionais de Sergipe, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e do Distrito Federal, em parceria com universidades federais [dos respectivos estados]. Para 2025, a previsão é expandir o projeto para todo o Brasil”, disse o ministro durante a cerimônia de assinatura de oficialização do programa.

De acordo com números do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), desde 2015 foram registrados 821 suicídios de policiais, sendo 133 apenas em 2023, ano em que, segundo o ministro, apresentou os piores resultados da série histórica. 

“Este é um programa que busca reverter este quadro”, disse o ministro, destacando três objetivos do Escuta Susp: cuidar da saúde mental dos profissionais da segurança pública; disponibilizar atendimento online seguro para quem precisa e desenvolver um protocolo de atendimento psicoterápico específico para os mesmos profissionais.

Loterias Online da Caixa têm instabilidade em dia da Quina de São João
Nas casas lotéricas, as apostam ocorreram normalmente
22/06/2024 às 17:59
Caruaru comemora festa junina com 72 dias de programação
Festejos só terminam em 29 deste mês
22/06/2024 às 17:54
Surfistas potiguares têm pertences furtados após quarto de hotel ser invadido no Peru
A dupla recebeu apoio da federação local de surfe do Peru (Fenta), que providenciou um advogado e registrou um boletim de ocorrência
22/06/2024 às 17:15
Mega-Sena pode pagar hoje R$ 86 milhões
Apostas devem ser feitas até as 19 horas
22/06/2024 às 16:13
Quina de São João sorteia prêmio de R$ 220 milhões neste sábado 22
Apostas podem ser feitas até as 19h de hoje; não perca esta oportunidade
22/06/2024 às 10:45
Professores de pelo menos 25 universidades decidiram pelo fim da greve
Interrupção da paralisação não significa o retorno imediato às aulas
21/06/2024 às 21:34
Total de sindicalizados em 2023 alcança menor patamar desde 2012
Na comparação com 2022, houve queda de 7,8%
21/06/2024 às 21:24
Concurso da PF: sindicato prevê edital até 2025 com tecnólogo
Além disso, o presidente do sindicato revelou que o curso de tecnólogo ainda é aceito para o concurso da PF para perito criminal
21/06/2024 às 19:20
STF retoma julgamento sobre atendimento de pessoas trans no SUS
Sessão virtual começou hoje e vai até 28 de junho.
21/06/2024 às 18:14
Sites que vendem celular irregular podem ter multa de até R$ 6 milhões
Plataformas terão de informar código de homologação do telefone
21/06/2024 às 17:19
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.