BUSCAR
BUSCAR
Nomeação
Primo dos filhos de Bolsonaro ganha novo cargo no Senado
Léo Índio, que trabalhava no gabinete de senador flagrado com dinheiro na cueca, foi nomeado assessor parlamentar da Primeira Secretaria da Casa, com salário de R$ 17 mil
Estadão
03/11/2020 | 13:40

Apenas 19 dias após pedir demissão do gabinete do senador afastado Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado com dinheiro na cueca, Leonardo Rodrigues de Jesus, o Léo Índio, ganhou um novo cargo no Senado. O primo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro foi nomeado assessor parlamentar da Primeira Secretaria da Casa, comandada pelo senador Sérgio Petecão (PSD-AC), aliado do governo. O salário é de R$ 17.319,31.

A publicação saiu nesta terça-feira, 3, no Diário Oficial da União. Léo Índio pediu exoneração do cargo de assessor de Chico Rodrigues vinte e quatro horas depois de uma operação da Polícia Federal, realizada em 14 de outubro, encontrar R$ 33.150,00 na cueca do então vice-líder do governo e outros R$ 10 mil e US$ 6 mil em um cofre. No gabinete de Rodrigues ele tinha um salário de R$ 22 mil.

Sobrinho de Rogéria Bolsonaro, ex-mulher do presidente, Léo Índio foi orientado por aliados a deixar a função em uma estratégia para blindar Bolsonaro no caso. A partir de então, aliados do governo e da família Bolsonaro se movimentaram para encontrar um novo emprego para o primo de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos).

Durante a campanha presidencial, Léo Índio era figura constante em vídeos gravados por Bolsonaro em casa, na Barra da Tijuca, no Rio. No início do governo, Léo Índio frequentava o Palácio do Planalto, onde esteve 58 vezes nos primeiros 45 dias de gestão Bolsonaro.

A pedido de Carlos Bolsonaro, de quem é muito próximo e com quem chegou a morar no Rio, Léo foi indicado para assumir um cargo no governo. À época, no entanto, o então ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, atuou para impedir a nomeação. Pouco depois, o próprio Santos Cruz foi demitido por Bolsonaro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.