BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Presídios potiguares têm 694 casos confirmados do novo coronavírus, diz CNJ
Levantamento publicado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) mostra que, em todo o País, são 29.403 casos confirmados da Covid-19 nos presídios, com 183 óbitos
Redação
03/09/2020 | 05:46

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em unidades do sistema prisional brasileiro registrou um aumento de 50,6% nos últimos 30 dias, segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Agora, são 29.403 casos confirmados da Covid-19 nos presídios, com 183 óbitos.

No sistema socioeducativo, o crescimento no período foi de 33,9%, totalizando 3.593 casos da doença do novo coronavírus. Desses, 19 pacientes foram a óbito em todo o País.

O levantamento, divulgado nesta quarta-feira 2, é uma iniciativa do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas do CNJ e é o único em escala nacional com dados sobre contágios e óbitos também entre servidores e sobre a situação da pandemia no sistema socioeducativo.

No Rio Grande do Norte, segundo o estudo, foram registrados até agora 694 casos de Covid no sistema prisional, sendo 508 entre pessoas presas e 186 entre servidores. Não houve mortes em decorrência da doença.

O Estado é o 6º do Nordeste com mais registros, atrás de Pernambuco (1.423), Ceará (1.390), Bahia (879), Piauí (871) e Maranhão (731). Estão em melhores condições Alagoas (216), Sergipe (228) e Paraíba (417).

No sistema socioeducativo, foram confirmados no Estado apenas 22 casos da Covid-19, e apenas entre servidores. Nenhum adolescente internado foi contaminado pelo coronavírus.

O CNJ também divulgou dados relativos à testagem para a Covid-19 no presídios e no sistema socioeducativo. No Rio Grande do Norte, de acordo com o estudo publicado, foram aplicados até agora 2.065 testes para o novo coronavírus nos presídios, sendo 665 em presos e 1.400 em servidores. No sistema socioeducativo, foram apenas 32 testes: 6 em adolescentes e 26 em servidores.

Nesta quarta, também foram atualizados dados do acompanhamento que vem sendo feito pelos Grupos de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (GMF) de Tribunais de Justiça.

No total, 26 estados têm detalhado informações sobre recursos disponíveis para o enfrentamento à Covid-19 em estabelecimentos prisionais, tais como equipamentos de proteção individual, alimentação, fornecimento de água e material de higiene e limpeza, além de medicamentos e equipes de saúde. No caso do sistema socioeducativo, há dados disponibilizados por 25 estados.

21 estados informaram atividades realizadas por seus comitês de acompanhamento e combate à propagação da doença. Quanto à destinação de verbas de penas pecuniárias para o combate à pandemia, subiu de 22 para 24 os estados que comunicaram que estão adotando a medida, com um montante que totaliza R$ 60,1 milhões. O Rio Grande do Norte está incluído.

No levantamento, o RN informou, ainda, que distribuiu uma máscara para cada pessoa presa e um kit para servidores com máscaras descartáveis e reutilizáveis, capacete de proteção e álcool em gel. Também foram disponibilizados álcool em gel e líquido e sabonete líquido em estoque para todos do ambiente prisional.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.