BUSCAR
BUSCAR
Oeste potiguar
Prefeita de João Dias decreta luto oficial após morte de irmãos em operação na Bahia
A prefeita de João Dias, Damária Jácome, decretou luto oficial de três dias na cidade do Oeste potiguar e emitiu uma nota de pesar após o falecimento dos dois irmãos em uma troca de tiros com a polícia na Bahia
Redação
20/10/2021 | 10:32

A prefeita de João Dias, Damária Jácome, decretou luto oficial de três dias na cidade do Oeste potiguar e emitiu uma nota de pesar após o falecimento dos dois irmãos em uma troca de tiros com a polícia na Bahia.

O caso aconteceu na tarde desta terça-feira (19) na cidade de Vitória da Conquista, no interior baiano, e três irmãos de Damária Jácome foram alvos das diligências. Um deles foi preso.

Deusamor e Leidjan Jácome morreram. “São irmãos da Prefeita Damária Jácome e filhos do Presidente da Câmara Municipal Laete Jácome. Neste momento de dor, a Administração Municipal se solidariza com os familiares e amigos, e expressa as mais sinceras condolências pela grande perda”, diz a nota oficial da prefeitura.

http://

O caso

A Delegacia Especializada em Combate ao Crime Organizado (Deicor) teria identificado o paradeiro dos homens em uma casa localizada em Vitória da Conquista e a Polícia Civil da Bahia deu andamento à operação. Conforme foi apurado, os suspeitos reagiram após as diligências, dois morreram e um foi preso. Um quarto irmão, identificado como Samuel Jácome, já estava preso após uma operação realizada em Sergipe. Ele também é suspeito de envolvimento com facção criminosa.

Anteriormente, a prefeita Damária Jácome chegou a ser considerada foragida da Justiça após um mandado de prisão preventiva expedido em outubro do ano passado. A gestora é suspeita de integrar uma milícia privada, receptação e posse de arma de fogo. Porém, por determinação da Justiça, ela segue em liberdade.

O pai, Laete Jácome, também chegou a ser preso em outubro do ano passado por posse ilegal e receptação de armas. Em sua residência, foram encontradas duas e duas espingardas calibre 12 com 100 munições, dois rifles calibre 38 com 103 munições, e três pistolas calibre 380 com 80 munições. Além de uma quantia no valor de R$ 15.535.

A Justiça segue analisando cada um dos casos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.