BUSCAR
BUSCAR
Aumento
Preço da cesta básica em Natal sobe 19% em 2020, diz Dieese
Mesmo com o aumento e chegando a R$ 458,79 no valor total, Natal fechou o ano passado como a segunda capital com o menor preço da cesta básica
Redação
12/01/2021 | 07:12

O preço da cesta básica subiu 19,55% no ano de 2020 em Natal. É o que aponta a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, que foi divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) nesta segunda-feira 11.

Assim, a cesta básica fechou dezembro de 2020 em Natal custando R$ 458,79. Em dezembro de 2019, um ano antes, ela custava R$ 383,76. Apesar da alta, Natal foi a terceira capital com o menor aumento entre as 17 federações analisadas pelo órgão. Abaixo, ficaram apenas Recife (19,20%) e Curitiba (17,76%).

O maior aumento foi em Salvador: 32,89%. Mesmo com o aumento e chegando a R$ 458,79 no valor total, Natal fechou o ano passado como a segunda capital com o menor preço da cesta básica. Entre as capitais analisadas, apenas Aracaju tem a cesta mais barata: R$ 453,16.

Entre os produtos da cesta básica, o que teve o maior aumento foi o óleo de cozinha de 900 ml em 2020. Ele custava R$ 4,16 no fim de 2019 e fechou o ano passado custando em média R$ 8,73, um aumento de 109,86%. O segundo maior aumento foi o do arroz (3,6 quilos), subindo 84,20% em um ano – saindo de R$ 11,20 para R$ 20,63. Dos 12 produtos da cesta básica, 11 tiveram alta.

Além do óleo de cozinha e do arroz, subiram também o açúcar (33,48%), o leite (28,31%), o feijão (27,98%), o pão (20,99%), a carne (18,84%), a farinha (17,92%), o tomate (9,68%), a manteiga (8,57%) e o café (3,39%). O único produto que caiu de preço foi a banana (-7,51%), saindo de R$ 29,03 para 26,85 (7,5 dúzias).

Em Natal, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) estima que a jornada de trabalho necessária para comprar a cesta básica, baseado no salário mínimo, é de 96 horas e 35 minutos. O percentual do salário mínimo líquido para compra dos produtos da cesta é 47,46%.

De acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, os preços do conjunto de alimentos básicos necessários para as refeições de uma pessoa adulta aumentaram em todas as capitais brasileiras em 2020.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.