BUSCAR
BUSCAR
Investigação

Polícia prende suspeito da morte de servidor da Ufersa durante assalto

Uma adolescente de 15 anos também foi apreendida por suspeita de envolvimento no crime. De acordo a polícia, a prisão e a apreensão ocorreram em dois imóveis, localizados no bairro Planalto 13 de Maio
Redação
07/01/2021 | 09:14

Um homem de 19 anos foi preso nesta quarta-feira, 6, suspeito de matar em uma tentativa de assalto no dia 28 de dezembro o servidor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), José Mario Moura Pinto, de 64 anos. Uma adolescente de 15 anos também foi apreendida por suspeita de envolvimento no crime. A operação deflagrada pela Delegacia de Homicídios de Mossoró, no Oeste potiguar.

De acordo a polícia, a prisão e a apreensão ocorreram em dois imóveis, localizados no bairro Planalto 13 de Maio. Na casa do rapaz foram encontrados também um celular roubado e roupas usadas no dia do crime pelo suspeito, a arma de fogo usada no assalto não foi localizada.

Idoso é morto a tiros durante tentativa de assalto em município do oeste potiguar
José Mario Moura Pinto, de 64 anos foi morto durante assalto. Foto: Arquivo pessoal

O homem e a adolescente foram encaminhados à Delegacia de Homicídios de Mossoró. A dupla confessou o envolvimento no crime. O jovem foi autuado em flagrante delito pelos crimes de latrocínio consumado e latrocínio tentado por duas vezes, além do crime de corrupção de menores, e, em seguida, foi encaminhado ao sistema prisional.

A adolescente apreendida foi autuada por atos infracionais análogos aos crimes de latrocínio consumado e latrocínio tentado por duas vezes. Ela foi encaminhada ao Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (Casep).

O caso

O homem de 64 anos morto durante uma tentativa de assalto na noite da segunda-feira, 28, em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia Militar, José Mário Moura Pinto reagiu à abordagem de um casal e foi baleado pelos criminosos.

Ainda segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 20h na Rua Camilo Filgueira, no bairro Ilha de Santa Luzia. O idoso estava acompanhado da esposa e da enteada na calçada da casa de amigos. Os suspeitos se aproximaram do grupo em uma motocicleta e anunciaram o assalto.

De acordo com a polícia, a vítima chegou a entrar em luta corporal com o suspeito que estava armado e acabou sendo baleado no rosto. O idoso morreu no local antes da chegada do socorro médico. O casal fugiu sem levar nada das vítimas.

A PM informou que cerca de 20 minutos antes do crime, os criminosos roubaram a moto utilizada na ação no bairro Walfredo Gurgel. O dono da motocicleta registou boletim de ocorrência.

José Mario Moura Pinto era funcionário público e trabalhava na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Lulu Santos é internado em hospital após passar mal e shows são cancelados
Cantor foi internado e ficará em observação por dois dias
08/06/2024 às 18:13
STF marca para dia 12 julgamento sobre correção do FGTS
Discussão foi interrompida em novembro do ano passado
03/06/2024 às 12:14
Governo Central tem superávit primário de R$ 11,1 bilhões em abril
Resultado fica abaixo da expectativa de especialistas
28/05/2024 às 14:46
IBGE: calamidade prejudica coleta de preços para cálculo da inflação
Instituto precisou imputar preços de hortaliças e verduras
28/05/2024 às 12:12
Renegociação do Desenrola Fies termina na próxima sexta-feira
Até o dia 15, haviam sido renegociados mais de R$ 12,92 bilhões
27/05/2024 às 16:07
Nível do Guaíba em Porto Alegre volta a ficar abaixo dos 4 metros
Defesa Civil municipal alerta para risco de mais chuvas
27/05/2024 às 15:23
Auxílio Reconstrução: famílias devem confirmar dados a partir de hoje
Até o momento, estão contemplados com o auxílio 369 municípios gaúchos
27/05/2024 às 13:27
Magda Chambriard toma posse como presidente da Petrobras
Ela assumiu logo após ser eleita pelo Conselho de Administração
24/05/2024 às 12:12
Moraes quer responsabilizar big techs por publicações em redes sociais
É preciso garantir regulamentação adequada no setor, diz ministro
22/05/2024 às 16:08
Demitido da Petrobras, Prates terá direito a 6 meses de salário extra
Demitido da Petrobras, Jean Paul Prates terá de cumprir seis meses de quarentena, com salário mensal de R$ 133 mil até novembro
21/05/2024 às 15:55
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.