BUSCAR
BUSCAR
Crime
Polícia prende homem que matou mulher e a deixou agonizando para simular mal súbito
Crime aconteceu na cidade de São Sebastião. Casal estava junto havia sete anos
Metrópoles
02/06/2021 | 13:32

Policiais Civis da 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) prenderam, nesta terça-feira 1°, um homem de 36 anos acusado de esfaquear e matar a esposa, no bairro Zumbi dos Palmares, em São Sebastião.

Segundo investigações, minutos antes do crime, houve uma briga entre o casal, e vizinhos ouviram os pedidos de socorro da vítima, seguido de um forte barulho de vidro se partindo. Na ocasião, o homem prestou depoimento declarando que a esposa teria sofrido um mal súbito e caiu sobre o vidro de um aparador localizado na sala da casa.

Após os trabalhos periciais, ficou apurado que a morte ocorreu em virtude de uma grave lesão no pescoço, provocada por uma faca, e não pelos estilhaços de vidro. Além disso, a mulher sofreu lesões na mão, que dão a entender que ela, antes de ser fatalmente golpeada no pescoço, tentou se defender do agressor.

Para confirmar a história de que a vítima teria sofrido um acidente doméstico, o marido se desvinculou da cena do crime e fingiu que consertava sua motocicleta na parte externa da residência. Com frieza, deixou a mulher agonizar e morrer sozinha.

Segundo o Delegado-Chefe Ajunto da 30ªDP, Ulysses Luz, há suspeitas de que a motivação do crime seja pelo fato de que a vítima pretendia se separar do acusado. O casal estava junto havia sete anos.

O homem responderá por homicídio qualificado, podendo ser condenado de 12 a 30 anos de prisão.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.