BUSCAR
BUSCAR
Unisa

Polícia de SP identifica e vai ouvir 15 alunos expulsos da Unisa

MEC notificou outras três universidades: São Camilo, Unifesp e FCMSCSP
Folhapress
25/09/2023 | 14:37

A Polícia Civil de São Paulo identificou os 15 alunos expulsos da Unisa (Universidade Santo Amaro) após a divulgação de vídeos em que eles aparecem nus durante jogos universitários que aconteceram em abril deste ano em São Carlos, no interior do estado.

Além dos alunos, foram identificadas as atletas que jogavam na quadra no momento em que os alunos envolta ficaram nus e os diretores da atlética da Unisa, que também deverão ser ouvidos.

Além de alunos, Polícia Civil vai ouvir atletas que jogavam na quadra da Unisa. Foto: Reprodução.
Além de alunos, Polícia Civil vai ouvir atletas que jogavam na quadra da Unisa. Foto: Reprodução.

O caso é investigado pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de São Carlos, que nos próximos dias vai convocar os alunos envolvidos para esclarecer os fatos.

A SSP (Secretaria da Segurança Pública) afirma que os vídeos foram enviados para perícia no IC (Instituto de Criminalística) e que serão analisados também pelo Setor de Inteligência da Polícia Civil.

A investigação apura se no episódio foram cometidos os crimes de ato obsceno (manifestação sexual em público capaz de ofender o pudor) e de importunação sexual.

A Folha de S.Paulo tenta contato com a Unisa desde o último dia 18, mas a instituição não responde aos questionamentos da reportagem —não diz quantos estudantes foram expulsos, nem como a investigação está sendo conduzida.

Em nota divulgada no dia 19 em seu site, a Unisa classificou o comportamento dos alunos como “atos execráveis” e disse que entregou ao MP-SP (Ministério Público de São Paulo) “elementos que podem colaborar com as providências cabíveis”.

Casos além da Unisa

Na última sexta (22), o MEC (Ministério da Educação) voltou a notificar a Unisa para pedir informações. Além disso, notificou outras três universidades: São Camilo, Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e a FCMSCSP (Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo), que têm até 15 dias para prestar esclarecimentos.

Segundo o MEC, estudantes dessas três instituições também apareceram em imagens com teor similar às dos alunos da Unisa. O objetivo, diz o ministério, é apurar quais medidas foram tomadas para investigar e punir condutas ocorridas em trotes, jogos ou eventos de cunho acadêmico.

ISABELLA MENON – SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Acumulada novamente, Mega-Sena terá prêmio de R$ 53 milhões
Números sorteados foram: 07 - 11 - 12 - 19 - 36 - 52
18/07/2024 às 21:42
Justiça bloqueia R$ 292 milhões de acusado de desmatar a Amazônia
Pecuarista deverá reparar a área afetada
18/07/2024 às 18:44
Caixa inicia pagamento do bolsa família de julho nesta quinta-feira 18
Valores podem ser movimentados pelo CAIXA Tem
18/07/2024 às 14:01
Polícia Federal faz operação contra contrabando de Botox
Mandados de busca e apreensão foram expedidos em cinco cidades
18/07/2024 às 13:53
Virginia e Zé Felipe relatam susto após filha falar com “tio Leandro”
Irmão e dupla de Leonardo, o cantor sertanejo morreu em 1998 em decorrência de um câncer
18/07/2024 às 13:00
Dois celulares são roubados ou furtados por minuto no Brasil
Aparelhos são porta de entrada para outros crimes como golpes virtuais
18/07/2024 às 11:59
Mortes por intervenção policial quase triplicam em 10 anos no Brasil
Negros foram maioria das vítimas fatais da letalidade policial
18/07/2024 às 10:09
Brasil apresenta objetivos de desenvolvimento sustentável na ONU
Das 169 metas, apenas 14 foram plenamente cumpridas
18/07/2024 às 09:12