BUSCAR
BUSCAR
PM flagra crianças em risco e autua motoristas bêbados em praias do RN

17/05/2015 | 23:22

Vinte e cinco motoristas foram autuados em flagrante durante mais uma operação Orla Segura realizada no litoral Norte potiguar. A fiscalização, que é feita em parceria pela Polícia Militar e Departamento Estadual de Trânsito (Detran), aconteceu na manhã deste domingo (17) e percorreu as praias de Pitangui, Jacumã, Porto Mirim, Muriú e Barra de Maxaranguape. Dois condutores foram flagrados sob efeito de bebida alcóolica e outros dois por estarem transitando com crianças no colo.

Segundo o tenente Styvenson Valentim, a maioria das autuações envolveu motoristas que estavam transitando pela faixa de areia sem autorização. Vinte e um condutores deverão pagar multa no valor de R$ 83 e ainda ganharão quatro pontos na carteira de habilitação. “Para os dois motoristas flagrados dirigindo com crianças no colo, e os dois que dirigiam sob efeito de álcool, o mais grave é o risco de um acidente. Além do risco à vida deles próprios, ainda põem em perigo a vida de outras pessoas”, ressaltou o oficial.

Desde 2010, segundo o Código de Trânsito Brasileiro, o uso de assentos infantis para crianças com até 7 anos e meio de idade é obrigatório. O motorista que for flagrado em desacordo com a lei terá de pagar multa de R$ 191,54, além de ganhar sete pontos na carteira de habilitação.

No caso da Lei Seca, os dois condutores tiveram a CNH recolhida, deverão pagar multa de R$ 1.915,40 e perderão 7 pontos na carteira. Como eles testarem um índice superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar, porém abaixo do 0,34 permitido pelo Código de Trânsito, não foram autuados criminalmente, mas apenas administrativamente.

*G1/RN

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.