BUSCAR
BUSCAR
Artes visuais

Berço da criatividade, Pinacoteca do RN recebe exposições de artistas locais que rompem fronteiras

Pinacoteca do Estado está em constante celebração da arte
Redação
29/05/2024 | 11:46

Lar de obras de artistas potiguares de todas as partes do Rio Grande do Norte, a Pinacoteca do Estado está em constante celebração da arte e, mais uma vez, guarda dentro de si uma série de exposições que prometem levar o público em uma viagem pela imaginação colorida dos artistas.

A exposição “Bordados do Seridó – Arte da Mulher Potiguar” é uma delas. Conduzida pelo fotógrafo potiguar, Andrey Salvador, traz ao público uma experiência que mergulha na riqueza cultural e na habilidade artística das mulheres seridoenses. São 30 fotografias e mais três instalações que proporcionam a quem observa uma entrada no mundo das bordadeiras, que utilizam as máquinas de costura como armas para enfrentar o dia a dia.

pinacotecaaa
Bordados do Seridó, de Andrey Salvador. Foto: Alexis Protásio

Contornadas pela poesia, algumas das imagens foram adornadas com bordados de linha pela artista Lucimara Alves, o que adicionou um toque delicado a cada obra exposta, que destaca não só a beleza do bordado, mas também reinventa a história emocional por trás da arte transmitida de geração em geração pelas mulheres bordadeiras potiguares.

De mãe para filha ou de vó para neta. É assim que a tradição dos bordados tem sido repassada durante tantos anos na região potiguar, que guarda as histórias reproduzidas pelas mãos das bordadeiras em desenhos de linha.

O Seridó do Rio Grande do Norte se consagra como um epicentro de talento e tradição no universo do bordado, prática que ganha crescente reconhecimento por todos os cantos do mundo. Com o objetivo de destacar e valorizar o trabalho dessas mulheres, foi que nasceu o projeto, que através da exposição celebra artisticamente o artesanato e a criatividade da região seridoense.

Andrey Salvador, que conduziu toda a exposição, tem também se destacado pela versatilidade e inovação que tomam conta de suas expressões artísticas. Com 14 anos de carreira, influencia significativamente a cultura potiguar por meio de contribuições para o cenário artístico.

Micro-histórias do Acervo: Traços da Arte de Fernando Gurgel é também uma das exposições presentes na Pinacoteca do estado. Para celebrar e preservar as memórias e a criatividade do artista, o equipamento guarda uma diversidade de formas e figuras que remontam parte da história da arte potiguar e brasileira vivenciadas por Fernando Gurgel.

50 anos de história na arte relembram o caminho do artista que começou a conhecer o universo da arte ainda na infância, com estímulos da família e, principalmente, do pai Deífilo Gurgel, que era poeta e folclorista. Com isso, ele explorava a estética da arte popular em suas telas.

Hoje, seu conhecimento de arte tem sido compartilhado de geração para geração e sua trajetória demonstra as transformações de estilos artísticos e modelos estéticos distintos. Foi assim que Fernando Gurgel desenvolveu traços únicos para si e que conectam suas obras com o uso de formas geométricas, imagens abstratas, cores densas e temáticas que se interligam com o urbano.

Entre o passado e o presente, a exposição proporciona um passeio pela vivência artística de Fernando Gurgel e apresenta os fragmentos do que foi antigo na contemporaneidade e mistura elementos da história com contextos paralelos e entrelaçados, mas que prometem tocar o espectador.

Lago faz parte das exposições guardadas pela Pinacoteca do RN. Apresentada por Arthur Carvalho, ela representa um desdobramento de pesquisas anteriores e leituras decoloniais por meio de imagens com pouca nitidez, característica intencional para mostrar o contexto contemporâneo, caracterizado pela insegurança, da formação da identidade mediada pela difusão em larga escala dos aparelhos fotográficos nos telefones celulares.

De acordo com o artista, a cidade pode ser comparada a um lago, pois, assim como um lago que reflete na água, a cidade seria um espelho que mostra o presente amparado no passado. “Sendo um lago, a cidade figurou no processo criativo das obras a serem expostas como um espelho em que se vê o outro. Em um olhar sensivelmente atento, cuja consequência direta é o encontro com pessoas, com imagens e artefatos da cidade”, reflete.

A obra “Filtro” faz parte da exposição e se trata de uma simulação de um lago, que deseja expor a imediatidade do que se é, aparentar e desejar ser: um retrato para o que se entende por si mesmo. “Sabe-se que a autoimagem não é a totalidade da percepção de si mesmo, mas que é parte fundamental para compreensão de como o sujeito se sente, se vê ou como acha que é”, diz Sanzia.

Uma instalação exibe, no segundo núcleo, o registro de uma intervenção urbana realizada pelo artista em 10 de outubro de 2023, na capital potiguar. Ela envolve questões de decolonialidade e racismo na literatura do Brasil, além de questões do urbano presente na vida cotidiana da população, o macro coletivo de habitantes de uma cidade, fluxos de ações e de acumulação histórica.

A Pinacoteca

O prédio de arquitetura neoclássica foi reaberto em dezembro de 2021, totalmente restaurado e com melhorias implantadas, como elevadores e rampas de acessibilidade, além de uma moderna estrutura para eventos. Localizado na Praça Sete de Setembro, na Cidade Alta, em Natal, o prédio de 150 anos reúne a mais relevante produção potiguar de artes plásticas em acervo próprio do Governo do Estado composto por 580 obras.

A Pinacoteca traça uma panorâmica da pintura no Rio Grande do Norte com nomes como Thomé, Newton Navarro, Tarsila do Amaral e Dorian Gray, incluindo exemplares de Alfredo Volpi, Cícero Dias, Fayga Ostrower, Maria do Santíssimo, Moura Rabello e Hostílio Dantas. A escultura do Budha de Laos, feita no século XII em chumbo e banhada a ouro, é uma das peças mais célebres do acervo.

O prédio é considerado a edificação com a maior expressão da arquitetura neoclássica em Natal. Construído entre 1866 e 1873, abrigou a Assembleia Legislativa e a Tesouraria Provincial. O imóvel é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

NOTÍCIAS RELACIONADAS
MPRN abre seminário sobre mudanças climáticas no semiárido e litoral do RN
Evento acontece de forma híbrida, presencial e virtual, no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça
13/06/2024 às 21:17
Polícia desmantela tráfico de drogas e prende cinco homens em Tibau do Sul
Entre os suspeitos, havia um foragido do Estado do Ceará, acusado de homicídio e tráfico de drogas
13/06/2024 às 19:09
Polícia prende mulher por roubar equipamentos hospitalares em Pau dos Ferros
Segundo as investigações, a mulher e o seu parceiro são responsáveis por roubar dois estabelecimentos comerciais,
13/06/2024 às 18:45
Setor de reciclagem atinge 22 mil empregos no RN e projeta crescimento de 20% até 2025
Informações foram divulgadas durante a abertura do 3º Fórum de Reciclagem de Resíduos Sólidos do RN, nesta quinta-feira 13, na FIERN
13/06/2024 às 18:06
Homem suspeito de matar amigo na Grande Natal é preso na Paraíba
De acordo com a investigação, o detido e a vítima eram amigos e discutiram em conveniência de Ceará-Mirim
13/06/2024 às 17:06
Polícia Civil prende dois homens por roubo de carro na Zona Leste de Natal
Crime ocorreu por volta das 15h15 do dia 6 de abril de 2024
13/06/2024 às 16:52
Confira as atrações do Mossoró Cidade Junina desta quinta-feira 13
Na Capela de São Vicente de Paulo, o espetáculo ‘Chuva de Bala no País de Mossoró’ é exibido a partir das 21h
13/06/2024 às 16:18
Feira do Milho 2024 une tradição e cultura na Agricultura Familiar
Com expectativa de movimentar este ano R$ 2,5 milhões, a feira segue até o dia 7 de julho
13/06/2024 às 15:34
Congresso reúne gestores e profissionais para discutir atenção à saúde no RN
Governadora Fátima Bezerra presidiu abertura do evento coordenado pela Sesap
13/06/2024 às 15:18
Projeto Festival Sinfônico realiza ações de formação para 120 jovens em cinco cidades do RN
Em cada uma das cidades acontecerá uma programação de uma semana, com concertos, recitais, aulas coletivas e individuais e masterclasses
13/06/2024 às 14:29
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.