BUSCAR
BUSCAR
Crime
PF faz operação contra grupo que traficava drogas em aviões privados
Apenas com o sequestro dos veículos, das aeronaves e imóveis a PF estima um prejuízo de aproximadamente R$ 30 milhões ao crime organizado
Metrópoles
12/04/2021 | 09:03

Na manhã desta segunda-feira 12, a Polícia Federal deflagrou a Operação Flight Level para combater os crimes de tráfico internacional de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

As investigações tiveram início após apreensão, no Aeroporto Internacional de Lisboa, em Portugal, de um avião executivo brasileiro que transportava 175 quilos de cocaína. O fato ocorreu em outubro de 2020.

A Polícia Federal identificou que o jatinho teria partido de Belo Horizonte (MG) e os donos da aeronave integravam esquema de transporte de drogas usando aviões privados. Foi possível identificar que a organização teria utilizado “laranjas” e “fantasmas” para ocultação dos bens auferidos com a atividade criminosa.

São cumpridos dois mandados de prisão preventiva; 20 de busca e apreensão; bloqueio de contas de 29 pessoas físicas e jurídicas; sequestro de 15 veículos, cinco imóveis e oito aeronaves; além da suspensão das atividades de seis empresas. Os mandados judiciais foram expedidos pela 11ª Vara Criminal Especializada da Seção Judiciária de Minas Gerais.

Cerca de 90 policiais federais cumprem as medidas em Minas Gerais, no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Goiás.

Os investigados responderão pelos crimes de tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e organização criminosa, podendo cumprir até 33 anos de prisão, se condenados.

Segundo a PF, apenas com o sequestro dos veículos, das aeronaves e imóveis, a Polícia Federal estima um prejuízo de aproximadamente R$ 30 milhões ao crime organizado.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.