BUSCAR
BUSCAR
EXAME/IDEIA
Pesquisa: Lula lidera com 40% no 1º turno; Bolsonaro tem 29%
Nova pesquisa EXAME/IDEIA ainda mostra vantagem do petista em relação ao principal adversário
IG
24/03/2022 | 13:18

A mais nova pesquisa EXAME/IDEIA, divulgada nesta quinta-feira (24), revelou que se a eleição presidencial fosse hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria 40% dos votos, enquanto o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), teria 29%.

A chamada terceira via aparece descolada de Lula e Bolsonaro. Segundo os números da pesquisa, Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (Podemos) teriam 9% cada. Eduardo Leite (PSDB) teria 2%, enquanto João Doria (PSDB), André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB) aparecem com 1% cada.

Em relação à última pesquisa realizada, Lula perdeu 2 pontos percentuais e Bolsonaro ganhou 2 pontos. Com isso, a diferença entre os dois caiu de 15% para 11%.

Vale ressaltar que, entre aqueles que recebem de 3 a 6 salários mínimos, Bolsonaro tem 40% das intenções de voto, contra 32% de Lula. Na parcela mais pobre do eleitorado, que ganha até um salário mínimo, 46% optam por Lula, enquanto Bolsonaro tem apenas 19%.

Em relação às regiões do país, Bolsonaro venceria Lula apenas no Centro-Oeste (38% a 33%). O petista tem vantagem em relação ao atual presidente em todas as outras regiões, sendo a maior distância no Nordeste. Somados, os nove estados nordestinos dão a Lula 52% das intenções de voto. Bolsonaro tem apenas 22%.

Segundo turno

Em um possível cenário de segundo turno, Lula tem vantagem em relação a Bolsonaro (50% X 37% a favor do petista). Os números se mantiveram próximos aos da última pesquisa. Lula ganhou 1 ponto percentual na disputa com Bolsonaro, e o atual presidente ganhou 2.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.