BUSCAR
BUSCAR
História
Paulinho Freire: “Intenção é fazer essa justa homenagem a Enildo” Alves”
Enildo Alves foi vereador e secretário da Saúde de Natal, quando implantou o Sistema de Atendimento Móvel de Urgência. Ele era professor da UFRN e atendia no Hospital Onofre Lopes
Redação
26/05/2021 | 08:31

Na sessão ordinária da Câmara de Natal desta terça-feira 25, o vereador Paulinho Freire apresentou e aprovou em primeira discussão o Projeto de Lei que quer dar o nome de “SAMU – Dr. Enildo Alves” ao Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do Município de Natal.

“Minha intenção é fazer com que esta proposição seja uma justa homenagem ao médico, professor e ex-vereador Dr. Enildo Alves, responsável pela implantação do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, no município de Natal”, explicou Paulinho.

O projeto que recebeu a maioria dos votos dos vereadores agora segue para segunda discussão na Casa Legislativa.
Falecido no último dia 07 de maio de 2021, aos 70 anos, Enildo era médico especialista em hematologia, sendo referência na sua área. Nos últimos anos, atuava como médico do Hospital Universitário Onofre Lopes e em clínicas da rede privada de saúde, além de lecionar a matéria de hematologia na Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN.

Teve uma longa trajetória política, tendo no ano de 2002 como secretário de Saúde de Natal, implantado o primeiro Sistema de Atendimento Móvel de Urgência do Brasil, o SAMU Natal, feito este que o próprio Enildo Alves julgava ser o seu maior mérito. Além disso, na sua vida política foi eleito vereador de Natal por seis vezes, tendo a defesa da Saúde Pública como sua maior bandeira.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.