BUSCAR
BUSCAR
Crueldade Infantil
Pais vão responder por homicídio após filha morrer por infestação de piolhos
Polícia fez uma busca na casa da família e constatou que a criança era obrigada a viver em condições extremamente sujas, incluindo colchões cobertos de vermes
Redação
02/10/2020 | 16:47

Um casal nos EUA vai responder por homicídio pela morte da filha, uma garota de 12 anos que sofreu uma infestação gravíssima de piolho que possivelmente causou um ataque cardíaco. Kaitlyn Yozviak ficou com anemia grave depois da infestação.

O pai, John Joseph Yozviak, 38, e a mãe, Mary Kathrine “Katie” Horton, 37, estão presos. Foi a mãe quem ligou para pedir socorro para a menina, já insconciente. Ela chegou a ser levada para um hospital, mas já chegou sem vida.

Os registros apontam que a garota morreu por conta da parada cardíaca, com anemia grave na causa secundária. A autópsia apontou que ela teve “dor física excessiva devido a negligência médica”.

A polícia fez uma busca na casa da família e constatou que a criança era obrigada a viver em condições extremamente sujas, incluindo colchões cobertos de vermes. Os pais não mantinham higiene e o local tinha vários gatos.

A mãe contou que Kaitlyn não havia tomado banho por uma semana antes da morte. Vizinhos não viram a criança brincando do lado de fora por cerca de dois meses antes dela morrer.

Dois filhos já tinham sido retirados dos cuidados dos pais por conta das condições extremas. Um casal se ofereceu para adotar Kaitlyn em 2008, mas os pais desistiram de abrir mãos dos direitos parentais.

Em 2018, a família voltou a ser alvo das autoridades por conta da situação da casa. Na época, a menina foi retirada e colocada para viver com uma tia, mas voltou seis dias depois. Desde então, não houve novas averiguações.

Agora, John e Mary devem responder por homicídio em segundo grau e crueldade infantil de segundo grau.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.