BUSCAR
BUSCAR
Brasil
Pai e criança morrem em desabamento de prédio; quatro pessoas são retiradas com vida dos destroços
Outras quatro pessoas foram retiradas com vida do local do acidente, no RJ; entre eles, está a mãe da menina, cuja situação é grave/
R7
03/06/2021 | 15:51

O bombeiros confirmaram, na tarde desta quinta-feira, 3, a segunda morte no desabamento do prédio de quatro andares em Rio das Pedras, zona oeste do Rio de Janeiro. As vítimas são Natan Gomes, de 30 anos, e a filha de 3 anos, de acordo com parentes ouvidos pela Record TV Rio.

Quatro pessoas foram retiradas com vida do local do acidente. Entre elas está Kiara Abreu, de 27 anos, a mãe da menina que morreu.

A mulher foi levada ao Hospital Miguel Couto na Gávea, por volta das 10h. O quadro de saúde dela é grave, de acordo com a prefeitura. Com duas costelas fraturadas, a paciente aguardava vaga na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) no início da tarde.

Em entrevista ao Balanço Geral RJ, o primos de Kiara disseram que ela é natural do Pará, mas se mudou para o Rio ainda na adolescência. Abalados, eles contaram que o casal morava com a criança no imóvel, onde também funcionava uma lan house, que pertencia a Natan.

Os familiares disseram que ainda não sabem como vão dar a notícia da tragédia para a prima.

Outras vítimas
O desmoronamento com princípio de incêndio ocorreu às 3h na rua das Uvas, na localidade conhecida com Areinha. Três pessoas foram retiradas do local logo após acidente.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que as três primeiras vítimas foram socorridas para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, sendo que duas delas já tiveram alta. Uma mulher de 28 anos permanece na unidade, com quadro estável.

Resgates e interdições

Mais de 70 militares, incluindo equipes especializadas em busca e salvamento em desastres, trabalham no socorro às vítimas, com apoio de cães, ambulâncias e helicópteros do Corpo de Bombeiros.

Técnicos da Defesa Civil Municipal ainda avaliam os danos que foram causados em outras seis edificações e se haverá necessidade de outras interdições. Vinte desalojados foram acolhidos pela Assistência Social.

Uma força-tarefa da Polícia Civil apura as circunstâncias do acidente. Segundo informações iniciais, o imóvel que desabou era antigo e foi construído há mais de 20 anos por familiares que moravam no local. A construção não teria ligação com a milícia.

A perícia será feita após o trabalho dos bombeiros. A polícia disse que investiga o possível envolvimento de milicianos em outros empreendimentos imobiliários da região.

Imóvel irregular

Por meio de nota, a Prefeitura do Rio informou que o imóvel que desabou era irregular. A Secretaria Municipal de Habitação declarou que vai prestar atendimento às famílias.

O governador do Rio, Cláudio Castro, e o prefeito Eduardo Paes acompanharam os trabalhos de resgate na área do desabamento.

Em entrevista aos jornalistas, Paes disse que tem combatido as construções irregulares na cidade e que a criminalidade não vai impedir as fiscalizações.

“A gente está deixando uma mensagem muito clara, nos últimos meses, que acabou essa história de tanta construção irregular. A gente não tem permitido diariamente. Agora, é uma realidade da cidade. Não vamos retirar todas as casas de todas as comunidades do Rio. O que se tem que fazer é olhar essas áreas com mais riscos, olhar essas construções, para tentar fazer melhorias habitacionais”, disse o prefeito.

<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”pt” dir=”ltr”>RIO DAS PEDRAS | Há interdições na Av. da Areinha, na altura da Rua das Uvas, devido ao desabamento de um imóvel. Bombeiros, Polícia Militar, Light e CET-Rio atuam no local. Defesa Civil, Naturgy, Guarda Municipal e Secretaria Municipal de Assistência Social acionadas. <a href=”https://twitter.com/hashtag/zonaoeste?src=hash&amp;ref_src=twsrc%5Etfw”>#zonaoeste</a> <a href=”https://t.co/eCa8pLnFt1″>pic.twitter.com/eCa8pLnFt1</a></p>&mdash; Centro de Operações Rio (@OperacoesRio) <a href=”https://twitter.com/OperacoesRio/status/1400358075496796160?ref_src=twsrc%5Etfw”>June 3, 2021</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.