BUSCAR
BUSCAR
Investigações

Padre Robson movimentou R$ 2 bilhões em 10 anos, aponta MP

Líder religioso foi alvo da Operação Vendilhões, que investiga o uso de pelo menos R$ 120 milhões para a compra de artigos de luxo
Redação
24/08/2020 | 18:58

Investigações conduzidas pelo Ministério Público de Goiás apontam que a Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), com sede em Trindade (GO), conduzida pelo padre Robson de Oliveira, acusado de lavagem de dinheiro, movimentou R$ 2 bilhões em 10 anos. As diligências mostraram o recebimento de R$ 20 milhões em doações por mês e descobriram que parte dos recursos foi empregada na compra de fazendas e de uma casa de praia.

Em setembro do ano passado, dois representantes do Vaticano estiveram em Trindade para investigar a Afipe. A movimentação financeira em larga escala chamou atenção da Cúpula da Igreja Católica. Fontes informaram ao Correio que a entidade continua em contato com representantes da igreja no Brasil, e pode aplicar punições a depender do desfecho do caso. Uma das medidas estudadas é o afastamento do padre a vida eclesiástica.

WhatsApp Image 2020 08 21 at 10.10.07 620x450 2
Padre Robson de Oliveira - Danilo_Eduardo/Divulgação/AFIPE

Na semana passada, o líder religioso foi alvo da Operação Vendilhões, que investiga o uso de pelo menos R$ 120 milhões para a compra de artigos de luxo. Acatando o pedido do MP, a juíza Placidina Pires, da Vara de Feitos Relativos a Organizações Criminosas e Lavagem de Capitais, determinou a busca e apreensão em 16 endereços ligados ao padre Robson, inclusive na TV Pai Eterno, que transmite missas lideradas por ele em todo o país. A magistrada não atendeu ao pedido de prisão do padre.


Durante apuração do caso, o Ministério Público descobriu que a Afipe, responsável pela administração do Santuário Basílica de Trindade, negociava com empresas que tinham os mesmos donos e estavam localizadas no mesmo endereço da associação. Entre as movimentações suspeitas com uso do dinheiro de fiéis está a compra de uma fazenda, em Abadiânia, por R$ 6 milhões, e de uma casa de praia, avaliada em R$ 2 milhões. Parte dos recursos recebidos seria para a construção de uma segunda basílica, obra orçada em R$ 100 milhões, que deveria ficar pronta em 2022, mas foi adiada para 2026.


As negociações envolveram as empresas WKS Empreendimentos Imobiliários, Via Maia Administradora de Bens, KD Administradora de Bens e Terra Nobre Administradora de Bens, que tinham as mesmas pessoas em seu quadro de sócios e todas se localizam em um prédio na Avenida Jamel Cecílio, em Goiânia. De acordo com o Ministério Público, a KD Administradoras de Bens recebeu dezenas de pagamentos da Afipe, por meio de imóveis. Em todas as negociações, a entidade ligada à igreja teve prejuízos.


Em uma das situações, a Afipe teria vendido uma residência por R$ 1,35 milhão, mas o local estava avaliado em R$ 2 milhões e chegou a ser hipotecado por R$ 7,35 milhões. A Fazenda Serenata e Monjolinho, em Abadiânia, teria sido comprada pelo valor de R$ 6,3 milhões, em 17 de março de 2016, e vendida, mais de três anos depois, para a empresa Terra Nobre, pelo mesmo valor. “Forte nesses elementos, os promotores de Justiça sustentaram a existência de indícios da prática de crimes de apropriação indébita, organização criminosa e lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores pelos investigados”, descreve parte do despacho que autorizou a operação.


Afastamento

O padre Robson, de 46 anos, tem bastante influência entre os católicos nas redes sociais. No Facebook, a página dele tem 3,9 milhões de seguidores. Ele afastou-se da Afipe após a operação do Ministério Público. O religioso nega as acusações de fraude e diz que vai provar sua inocência. O afastamento do padre Robson foi comunicado pela Arquidiocese de Goiânia. Na nota, assinada pelo arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, a arquidiocese informa que a associação irá contratar uma “empresa idônea de auditoria externa, no sentido de ser realizada ampla e profunda apuração de documentos e dados relativos à Afipe”.


Em um vídeo publicado na internet, Robson afirmou que se afastou do comando da entidade para colaborar com as investigações. “Sempre estive e continuo à disposição do Ministério Público. Por isso, esse meu pedido de afastamento vai me permitir colaborar com as apurações da melhor forma e com total transparência para que seja confirmado que toda doação que fazemos ao Pai Eterno — terços rezados, o dinheiro doado, tempo, carinho, trabalho empregado na evangelização — foi toda, repito, toda empregada na própria associação Afipe em favor da evangelização”, disse.


O sacerdote alega que vem passando por uma “provação”. “O meu caminho nessa missão evangelizadora nunca foi fácil. Desde o início, como você bem sabe, sempre carreguei muitas cruzes”, completou. O advogado Pedro Paulo Medeiros, que atua na defesa do padre, afirmou que os imóveis citados na denúncia do MP fazem parte das aplicações da Afipe, cujo lucros foram destinados à construção da nova Basílica, à compra da TV Pai Eterno e de rádios e à construção de igrejas.

As melhores séries de TV do ano até agora, segundo críticos da BBC
Os críticos Caryn James e Hugh Montgomery listam as 10 melhores produções do streaming neste ano
23/06/2024 às 08:55
Vasco goleia o São Paulo por 4 x 1 com show de garotos da base
Em meio a crise dentro e fora de campo, o Vasco mostra reação após demissão de Álvaro Pacheco e volta a vencer após cinco jogos
23/06/2024 às 08:26
Conselho de Medicina pede que Justiça suspenda venda geral de fenol
Pedido de liminar foi protocolado pelo Cremesp vem depois de morte de jovem que passou por peeling de fenol
23/06/2024 às 08:03
É preciso ser herói, visionário ou sem juízo para investir no Brasil, diz Schwartsman
Ex-diretor do BC destaca que grau de incerteza no país é muito elevado
23/06/2024 às 07:45
Aprovado no Senado, projeto de cotas raciais em concursos públicos está parado na Câmara
STF decidiu prorrogar legislação anterior devido a indefinição do Congresso
23/06/2024 às 07:27
Fortes chuvas adiam shows do São João de Natal deste sábado 22
Novas datas e horários serão comunicados pela Prefeitura do Natal
22/06/2024 às 19:34
Sargento da PM desaparece após salvar filho de afogamento em Pipa
O PM conseguiu resgatar seu filho, mas foi arrastado pelas águas
22/06/2024 às 18:07
Loterias Online da Caixa têm instabilidade em dia da Quina de São João
Nas casas lotéricas, as apostam ocorreram normalmente
22/06/2024 às 17:59
Caruaru comemora festa junina com 72 dias de programação
Festejos só terminam em 29 deste mês
22/06/2024 às 17:54
Surfistas potiguares têm pertences furtados após quarto de hotel ser invadido no Peru
A dupla recebeu apoio da federação local de surfe do Peru (Fenta), que providenciou um advogado e registrou um boletim de ocorrência
22/06/2024 às 17:15
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.