BUSCAR
BUSCAR
Crime

Padre suspeito de desviar R$ 140 milhões de hospital teria fraudado compra de 38 monitores na pandemia

Padre foi preso na última sexta-feira 17, em João Pessoa
Redação
19/11/2023 | 15:41

O padre Egídio de Carvalho Neto foi denunciado pelo Ministério Público da Paraíba, acusado de ter liderado um esquema de desvio e lavagem de dinheiro público por quase dez anos enquanto era presidente do Instituto São José, responsável por gerir o Hospital Padre Zé, em João Pessoa (PB).

Segundo denúncias, a unidade de saúde tinha dificuldades para continuar em operação e acumulava dívidas, além de deixar desamparados pacientes em situação de vulnerabilidade.

Padre Egídio de Carvalho Neto foi preso por desviar R$ 140 milhões. Foto: Reprodução
Padre Egídio de Carvalho Neto foi preso por desviar R$ 140 milhões. Foto: Reprodução

Esta semana, o padre teve a prisão preventiva mantida após audiência de custódia e seguiu para a Penitenciária Especial do Valentina de Figueiredo.

De acordo com as investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) o padre esteve envolvido em atividades como aquisição de 29 imóveis em estados como Paraíba, Pernambuco e São Paulo, quitação de dívidas com dinheiro do instituto e pagamento da faculdade de Medicina do sobrinho em São Paulo, com mensalidades de R$ 13 mil, entre outras ações.

Fraude de R$ 363 mil em Equipamentos para Tratamento da Covid-19

Um dos incidentes com maior destaque teria ocorrido em 2021, durante a pandemia da Covid-19. Uma auditoria conduzida pela administração atual do Hospital Padre Zé revelou que Egídio teria autorizado a aquisição de 38 monitores multiparamétricos, vitais para o tratamento de indivíduos com Síndrome Respiratória Aguda Grave, no montante de R$ 363,9 mil, utilizando recursos provenientes de um convênio com a prefeitura de João Pessoa.

Os aparelhos, destinados ao tratamento de pacientes carentes com Covid-19, aparentemente nunca foram entregues. Em uma conversa obtida pelos investigadores, a diretora Jannyne Dantas declara, por meio de áudio, que os monitores de fato não foram entregues e que a nota fiscal seria falsa.

*Com informações do Portal Grande Ponto

Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 86 milhões
Veja as dezenas sorteadas: 19 - 25 - 37 - 45 - 47 – 53.
20/06/2024 às 21:41
Barroso e Mendonça trocam farpas em julgamento sobre drogas no STF; assista
Ministros discutiram após Barroso falar sobre preocupação do presidente da CNBB com julgamento da descriminalização do porte de drogas
20/06/2024 às 21:24
Barroso diz que STF não está decidindo sobre legalização da maconha
Supremo julga a constitucionalidade do Artigo 28 da Lei das Drogas (Lei 11.343/2006), que criou a figura do usuário
20/06/2024 às 16:24
Assembleia Legislativa do Ceará pega fogo
Pessoas que estavam no local precisaram sair correndo e prédio foi completamente evacuado
20/06/2024 às 13:22
STF retoma julgamento sobre descriminalização do porte de drogas
Até agora, há maioria para descriminalizar o porte para uso pessoal
20/06/2024 às 11:24
‘Vai ter leilão, é compromisso de Lula’, diz ministro sobre compra de arroz pelo governo
O arroz importado seria vendido em pacotes de 5 quilos a um preço tabelado de R$ 20, com rótulo do governo
20/06/2024 às 08:07
Comissão aprova 2,4 mil horas obrigatórias para o Novo Ensino Médio
Colegiado da Educação do Senado aprovou mudanças no ensino do país e a inclusão do espanhol como disciplina obrigatória
19/06/2024 às 15:26
Cartão de crédito terá mudanças a partir de 1º de julho; confira novas regras
Depois do limite de juros, cartões terão portabilidade da dívida do crédito rotativo
19/06/2024 às 14:08
Viajante brasileira é barrada na recepção de hostel: “Tem mais de 40 anos”
Brasileira de 60 anos teve de deixar o local ao ser informada que o estabelecimento só aceitava hóspedes de até 40 anos
19/06/2024 às 13:45
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.